Após início ruim na Série C, Geninho indica mudanças no time do Vitória

Geninho frisou que alguns jogadores mais experientes ainda não renderam o esperado

O Esporte Clube Vitória tem um início preocupante de Série C. No último sábado, o Leão perdeu por 1 a 0 para o Floresta, mesmo jogando com um a mais desde os 35 minutos do primeiro tempo. Com o revés, o Rubro-Negro amarga a 18ª colocação, dentro da zona de rebaixamento. O próximo compromisso do Vitória é na quarta-feira (20), às 19h, contra o Fortaleza, na Arena Castelão, pelo confronto de ida da terceira fase da Copa do Brasil. Pela Série C, o Leão volta a jogar no dia 24 (domingo), às 18h, diante do Ypiranga-RS, no Estádio Olímpico Colosso da Lagoa, em Erechim, Rio Grande do Sul. O técnico Geninho não descarta fazer mudanças na equipe.

 

“Eu não sou teimoso, claro que em algum momento eu preciso repensar. Eu estou aqui há três jogos, gente. Praticamente fiz dois jogos, porque aquele contra o Remo não dá para contar. No primeiro jogo nós fomos muito melhor que hoje. Os zagueiros foram melhores, os laterais apoiaram mais. Para jogar com três zagueiros algumas coisas precisam funcionar, e hoje elas não funcionaram”, disse o treinador.

Geninho frisou que alguns jogadores mais experientes ainda não renderam o esperado e precisam melhor, mas sem citar nomes.

“Alguns jogadores precisam melhorar muito. Jogadores experientes precisam render mais. Não estão correspondendo aquilo que podem dar. Não estão conseguindo produzir. Aí fica ruim, joga para o treinador uma responsabilidade. Na quarta-feira eu vou ter que mudar o grupo. Eu não vou escalar nomes, por currículo, vou escalar por produção. Alguns estão demonstrando que estão no melhor momento que outros”, afirmou Geninho e completou:

“Temos gente boa aí. Os que estão chegando vão ajudar. Era difícil você cobrar. Até que eu achei que foram bem demais, dois jogadores, Dionísio e Miller, que chegaram há dois, três dias. Até assinar contrato, fazer exame médico, se adaptar ao grupo, fizeram dois treinamentos. Então é difícil você cobrar desses jogadores uma atuação melhor. E foram melhor do que muita gente”, finalizou o técnico.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*