Vitória se pronuncia após relato de agressão contra mulher no Barradão

Episódio teria acontecido após o término da partida

O Vitória emitiu, nesta segunda-feira (18), um comunicado oficial acerca da agressão física e verbal sofrida por uma mulher na derrota do Leão da Barra para o Floresta-CE por 1 a 0, no último sábado (16). A partida aconteceu pela 2ª rodada da Série C do Campeonato Brasileiro. Por meio das redes sociais, a vítima alegou ter sido agredida por um grupo de torcedores do Leão da Barra. No depoimento, ela destacou não ser torcedora do clube, e que estava acompanhando o jogo ao lado de amigos, vestindo uma camisa preta.

 

Após o término do duelo, quando esperava a saída dos torcedores do Estádio Manoel Barradas (Barradão), ela foi abordada por um coletivo de pessoas. “Nesse momento, eu estava rindo com amigos de uma mensagem que havíamos recebido. Pronto, esse foi meu erro, rir com meus amigos. Quando eu menos esperei, cinco homens me encurralaram e começaram a me fazer um monte de perguntas, começaram a deduzir que por eu estar rindo eu era torcedora do Bahia”, descreve.

“Nesse momento eles me empurraram e me afastaram dos meus amigos e começaram as ofensas e agressões. Colocaram o dedo na minha cara e me deram tapas no rosto”, continua.

Além disso, a mulher cita que gritou enquanto sofria as agressões, porém sequer foi atendida por policiais. Apenas no momento em que conseguiu ligar para o número 190 e falar com um profissional, é que conseguiu afastar os agressores.

“Eu saí da arquibancada vaiada e humilhada, como se eu fosse um bicho, uma criminosa”, relata.

Por outro lado, o clube baiano relatou que “lamenta e repudia qualquer ato de violência, principalmente contra mulher”. O Vitória também acrescentou que irá tomar providências para que “fatos como esse não se repitam no Estádio Barradão.

Leia a nota oficial do Vitória:

“O EC Vitória lamenta e repudia qualquer ato de violência, principalmente contra mulher. O clube pede desculpas à vítima que teria sido agredida por um grupo de torcedores durante o jogo contra o Floresta (CE), disputado sábado passado, no Barradão.

O clube tomou conhecimento da possível agressão por meio das redes sociais e se solidariza com a torcedora identificada como Mariana Cardoso.

O ECV promete adotar providências para que fatos como esse não se repitam no Estádio Barradão.”

Deixe seu comentário

Autor(a)

18/04/2022 às 12h27

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]