Guto diz não se preocupar com demissão e volta a ‘cobrar’ reforços

Questionado acerca de um possível medo de perder o cargo, o treinador foi categórico

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

O Esporte Clube Bahia atravessa um momento complicado, principalmente no Campeonato Baiano. Após a derrota de 2 a 1 para o Atlético de Alagoinhas, no Estádio Antônio Carneiro, o Esquadrão praticamente deu adeus as chances de classificação para a semifinal do Estadual e ainda corre risco de rebaixamento. Com 6 pontos, caiu para o 7º lugar, ficando cinco pontos de distância para o G-4, restando apenas dois jogos para o encerramento da primeira fase.  O técnico Guto Ferreira reconheceu que tem parcela de culpa no início de temporada ruim do Bahia.

 

“Eu não me excluo, não. Me coloco junto. Os resultados têm a minha culpa, com certeza. Eu sou o comandante. Se sou o comandante, tenho que estar, como líder, puxando o barco. Remando o barco, conduzindo. Espero, com certeza, o trabalho que está sendo feito, para que a gente possa ter peças importantes, logo aí na frente. Espero estar aqui. Espero contar com apoio. Sei que o torcedor está cada vez mais magoado e achando coisas que, de repente, podem não ser. Mas, mais do que nunca, o que vem pela frente… E, com os jogadores que estão sendo vistos para chegar, e a gente espera que cheguem, a gente espera dar essa volta, contando com apoio”, comentou Guto.

Sobre a possibilidade de demissão, Guto afirmou que não está preocupado com isso, e sim em fazer o time jogar. “Eu não posso estar preocupado com isso. Tenho que estar preocupado em fazer o Bahia andar dentro das condições que tenho neste momento”.

O treinador também voltou a ‘cobrar’ reforços. “O momento que tinha para se contratar, inicial, o Bahia não teve condições de fazer as melhores contratações. Muitas contratações ficaram para trás. Hoje o Bahia já conseguiu sanar alguns problemas. Agora temos que dar a cartada decisiva”.

Bahia tem novo compromisso no próximo sábado (05), às 17h45, para enfrentar o Sport-PE, na Arena Fonte Nova, pela 7ª rodada da primeira fase da Copa do Nordeste. Pelo Baianão, o Esquadrão volta a jogar no dia 12, contra o líder Jacuipense, às 16h, em Salvador.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário