Apesar das eliminações, Guto vê trabalho no Bahia crescendo e ‘de bom nível’

Apesar das cobranças, Guto Ferreira acredita que o seu trabalho no Bahia está em evolução.

Três dias após a eliminação na primeira fase do Campeonato Baiano, o Esporte Clube Bahia amargou mais um vexame neste sábado caindo na fase de grupos da Copa do Nordeste. Apesar do triunfo sobre o Sergipe por 3 a 1 na Arena Batistão, o Esquadrão não conseguiu a vaga por conta das vitórias de Náutico e Botafogo-PB. Mesmo com as eliminações e as cobranças, o técnico Guto Ferreira acredita que o seu trabalho no Bahia está crescendo e em bom nível. O Tricolor tem 17 jogos neste ano, com sete triunfos, quatro empates e seis derrotas até aqui.

 

“O meu trabalho tem crescido e tem sido de bom nível. Essa confiança eu tenho no meu trabalho. Quando eu sentir que o meu trabalho não está crescendo e não vou ter condições, serei o primeiro a dizer que não tenho condições de tocar o barco”, destacou.

Fora das finais do Baiano e Copa do Nordeste, o Bahia só volta a jogar daqui três semanas, no dia 9 abril, contra o Cruzeiro, pela primeira rodada do Brasileiro da Série B. Para Guto, o momento é de ter inteligência para aproveitar o tempo livre e preparar a equipe.

“A gente tem que ser inteligente e aproveitar o espaço que nós vamos ter para preparar da melhor maneira possível o tempo que não tivemos para colocar o grupo na melhor condição possível. Isso não é o Bahia”, pontuou.

 

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário