Caso de Racismo: Sócios do Bahia vão responder a processo disciplinar

eles serão convidados pelo clube para uma imersão socioeducativa sobre racismo estrutural

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Na tarde desta quinta-feira, o Esporte Clube Bahia anunciou por meio de nota que identificou os sócios envolvidos no caso de injúria racial contra o lateral-esquerdo Luiz Henrique no jogo de ontem, contra o CSA, na Arena Fonte Nova. De acordo com o clube, os envolvidos vão responder a um processo disciplinar com possibilidade de advertência, suspensão e exclusão do quadro de associados. Além disso, eles serão convidados pelo clube para uma imersão socioeducativa sobre racismo estrutural dentro do projeto Dedo Na Ferida, lançado pelo Tricolor em 2019.

 

VEJA A NOTA

O Esporte Clube Bahia comunica que, após investigação realizada ainda na noite desta quarta-feira (16), ao final do jogo contra o CSA, identificou os envolvidos no lamentável episódio de injúria racial em face do lateral esquerdo Luiz Henrique.

Nesta quinta (17) a diretoria enviou representação à Comissão de Ética do Conselho Deliberativo e os dois sócios que participaram do ato responderão a processo disciplinar com previsão de punições como advertência, suspensão e exclusão do quadro de associados, de acordo com o estatuto tricolor.

Adicionalmente, os torcedores serão convidados para uma imersão socioeducativa sobre racismo estrutural dentro do projeto Dedo Na Ferida, lançado pelo Esquadrão em novembro de 2019.

O atleta vem recebendo todo o suporte jurídico do clube e ainda não decidiu se vai prestar queixa-crime.

Racismo não! Muito menos na Fonte Nova!

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário