CBF passará a cobrar vacinação total de atletas nas competições da entidade

Publicado nesta sexta-feira (21), guia exige que comprovante de vacinação seja apresentado por cada jogador relacionado num duelo

Mediante o desenvolvimento da pandemia da Covid-19, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) vai passar a cobrar vacinação completa contra o coronavírus para atletas registrados nas competições da entidade. A imposição está contemplada no Guia Médico de Medidas Protetivas para o Futebol Brasileiro 2022, publicado nesta sexta-feira (21) pela entidade máxima do futebol nacional.

 

“Entende-se como vacinação plena o período de 14 dias após a aplicação da segunda dose se utilizada as vacinas de duas doses ou a aplicação da vacina de dose única”, destaca trecho do documento.

Nesse sentido, o comprovante de vacinação será solicitado a cada atleta que seja relacionado para um confronto. Dessa maneira, uma vez que o documento não seja apresentado, o setor médico da CBF invalida a inscrição do jogador em questão. Segundo o presidente da Comissão Médica da CBF, Jorge Pagura, a intenção da entidade é proteger a integridade dos atletas.

“Grande parte das internações hoje são de pessoas que não se vacinaram. A variante ômicron é muito transmissível e os atletas têm que jogar sem máscaras. Então que nós podemos fazer é exigir que todos se vacinem para evitar casos graves”, salientou, em entrevista ao site “ge.globo.com”.

Como resultado, a obrigatoriedade precisa ser incluída nos regulamentos específicos de cada campeonato organizado pela CBF, publicados antes do começo das competições.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*