Ex-Vitória, gerente de futebol é desligado pela Ponte Preta

Demissão de executivo de futebol faz parte de corte de gastos

Com passagem pelo Vitória de janeiro de 2019 a fevereiro de 2021, o gerente de futebol Alarcon Pacheco acabou demitido do cargo na Ponte Preta. O clube anunciou o desligamento do executivo nesta quarta-feira (01). Antes de mais nada, o vínculo contratual acabou depois de uma reunião que acabou, segundo o comunicado da Veterana, em “comum acordo”. Em nota, o clube paulista agradeceu os serviços prestados por Pacheco, além de destacar a participação do executivo de futebol na construção do elenco.

 

“Ele chegou em um período difícil, no qual enfrentamos inúmeras dificuldades. E, ainda que não tenhamos subido, como queríamos, ele ‘devolveu’ a Ponte, onde a pegou, tendo sido fundamental para a manutenção do time”, escreveu o presidente da Ponte Preta, Sebastião Arcanjo, no comunicado publicado no site oficial da Macaca.

Já Alarcon, agradeceu à diretoria da Macaca e frisou que o carinho pelo clube permanecerá. A saída do executivo, sobretudo, contempla o projeto de transição e reformulação que será comandado por Marco Anttônio Eberlin, próximo presidente da agremiação. O mandatário assumirá o clube em 2022 e planeja reduzir as dívidas internas.

Além da Ponte e do Vitória, o dirigente de futebol já esteve no CRB, de 2011 a 2017, onde conquistou cinco títulos alagoanos e dois acessos à Série B.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*