Vitória recebe punição da FIFA e não poderá contratar até 2023

Devido a falta de pagamento de três dívidas, o Leão da Barra pode sofrer punição da Fifa a partir de janeiro de 2022

Os problemas extracampo do Esporte Clube Vitória permaneceram ativos durante todo o ano de 2021. Agora, o mais recente deles chega diretamente da Federação Internacional de Futebol (FIFA). Isso porque, a agremiação foi notificada oficialmente por uma punição e ficará impossibilitada de registrar atletas nas próximas três janelas de transferências, isto é, por um ano e meio, onde não poderá realizar novas contratações.

 

De acordo com o site “ge”, o clube foi notificado pela Fifa há cerca de dois meses e, desde então, está ‘bloqueado’ no sistema da entidade máxima do futebol. A punição está em vigor há cerca de dois meses. Em caso de quitação do valor (180 mil dólares), clube fica liberado para inscrever atletas.

Anteriormente, a FIFA submeteu três dívidas, nas quais cedeu o prazo de até dezembro deste ano para o Leão da Barra quitar todas elas. Segundo o site Arena Rubro-Negra, o clube está sem condições de pagar esses débitos. Desse modo, a punição deve ocorrer a partir de janeiro de 2022.

Nesse sentido, as dívidas são: dívida de R$ 1 milhão de reais ao Boca Juniors-ARG, a respeito da parcela de empréstimo do atacante Walter Bou em 2017; dívida de R$ 4 milhões de reais ao Universidad Católica-EQU, a respeito do pagamento da rescisão do centroavante Jordy Caicedo com a agremiação equatoriana em 2019; e R$ 700 mil ao Santa Cruz-PE, referente ao pagamento da compra parcelada do zagueiro João Victor em 2019.

Ainda de acordo com a reportagem, a diretoria do Vitória busca negociar e cadastrar atletas até o fim de dezembro. Recentemente, o volante João Pedro teve seu passe adquirido pelo Leão da Barra. Além disso, o clube pode anunciar novos atletas ainda este ano para evitar a proibição do ano que vem. Por fim, o Rubro-Negro Baiano só poderá registrar novos nomes na janela de inverno da metade do ano de 2023.

Deixe seu comentário!