Palmeiras vence o Flamengo na prorrogação e conquista a Libertadores pela 3ª vez

Palmeiras e Flamengo se enfrentaram no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai

Na tarde deste sábado, Palmeiras e Flamengo se enfrentaram no Estádio Centenário, em Montevidéu, no Uruguai, pela decisão da Copa Libertadores de 2021, um encontro dos dois últimos campeões. O Verdão entrou em campo buscando o bicampeonato seguido e o seu terceiro título do torneio. Em janeiro deste ano, o time comandado pelo português Abel Ferreira venceu o Santos por 1 a 0 no Maracanã com gol do atacante Breno Lopes, e sagrou-se campeão da edição 2020. Já o Rubro-Negro, comandado por Renato Gaúcho, chegou como favorito, e também buscando o tricampeonato. Em 2019, o time carioca levantou a taça vencendo de virada o River Plate na final, por 2 a 1, em Lima, no Peru.

 

Dentro de campo, o favoritismo dado ao Flamengo não se resumiu em futebol no primeiro tempo, e o Palmeiras aproveitou um contra-ataque rápido aos 3 minutos, com Raphael Veiga após passe de Mayke. Com o gol cedo, o time paulista administrou o resultado. Na etapa final, o Verdão recuou demais e deu espaço para o Flamengo que martelou até chegar ao empate aos 26 minutos, com Gabigol, e teve chance de virar com Michael.

Com o 1 a 1 no tempo normal, a partida caminhou para a prorrogação e aí apareceu o herói improvável. Aos 4 minutos do primeiro tempo da prorrogação, o atacante Deyverson – que havia saído do banco – aproveitou vacilo da defesa do Flamengo, roubou a bola e decretou a vitória do Verdão por 2 a 1, sacramentando o tricampeonato da América para o clube o segundo título da Libertadores no mesmo ano.

CAMPANHAS

Na fase de grupos, o Palmeiras liderou o Grupo A, com 15 pontos, avançando com uma das melhores campanhas. Nas oitavas de final, despachou o Universidad Católica. Nas quartas, passou São Paulo, empatando na ida por 1 a 1 e vencendo por 3 a 0 na volta. Na semifinal, desbancou o Atlético-MG pelo critério do gol fora de casa (0 x 0 e 1 x 1). Já o Flamengo liderou o Grupo G, com 12 pontos, e nas fases seguintes passou com tranquilidade por Defensa y Justicia (oitavas), Olimpia (quartas) e Barcelona-EQU (semifinal).

 

Deixe seu comentário!

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Melhores momentos de Palmeiras 2 x 1 Flamengo pela final da Libertadores
  2. São Paulo vence, se afasta do Z4 e encaminha rebaixamento do Sport

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*