O que o Vitória precisa para escapar do rebaixamento à Série C

Rubro-Negro possui 85% de chance de rebaixamento há três rodadas do fim da Segundona

A missão do Esporte Clube Vitória na Série B 2021 parecia impossível até a noite da última quarta-feira (10). No entanto, a vitória sobre o Vasco, por 3 a 0, em pleno Estádio de São Januário, oxigenou as chances do Leão da Barra escapar novamente da zona de rebaixamento à Terceira Divisão. Agora, com 37 pontos, o Rubro-Negro Baiano está  a um ponto do primeiro time fora do Z-4, o Brusque, que contabiliza 38.

 

Figurando na 18ª posição, o Vitória está com 85% de risco de queda. Contudo, caso o time do técnico Wagner Lopes vença as três rodadas restantes (Cruzeiro, CRB e Vila Nova), praticamente se garante na divisão, afinal, chegaria aos 46 pontos, e, para selar a permanência na Segundona, precisaria torcer para que Brusque e Londrina tropecem, pelo menos, em uma das suas partidas restantes. O Quadricolor enfrenta CRB e Operário-PR (mandante), e Goiás (visitante), já o Tubarão encara Ponte Preta (mandante), Vila Nova (visitante) e Vasco (mandante).

Por outro lado, caso conquiste duas vitórias e uma derrota entre a 36ª e a 38ª rodada, o Leão teria que contar com o apoio de Brusque e Londrina. O time catarinense e a equipe paranaense teriam que vencer somente uma dessas rodadas. Ainda assim, em uma hipóteses de dois triunfos, caso o Remo (15°) com 41 pontos perca todos os jogos finais, o Vitória ultrapassaria a agremiação paraense.

Em suma, teoricamente, a tabela com mais obstáculos é a do Brusque. A equipe de Santa Catarina enfrenta dois times candidatos ao acesso à Série A: CRB, atual 6° colocado, com 57 pontos, e Goiás, na 5ª posição, com um ponto a mais.

Autor(a)

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário