Milton Neves: ‘Pênalti contra o Bahia foi o maior absurdo do apito na temporada’

"E o pior é que o VAR tentou alertar o árbitro, que fingiu que não viu o óbvio..."

Pelo terceiro jogo seguido, o Esporte Clube Bahia deixou o campo de jogo revoltado com a arbitragem. O Esquadrão perdeu para o Flamengo por 3 a 0 no Maracanã, pela 31ª rodada do Brasileirão, na noite de ontem. No 1º tempo, a bola tocou no peito do zagueiro Conti dentro da área. O árbitro marcou o pênalti, mas foi chamado pelo VAR, e mesmo revendo o lance, manteve a penalidade convertida por Gabigol. Durante e após a partida, o presidente Guilherme Bellintani e o vice-presidente Vitor Ferraz detonaram a arbitragem. O técnico Guto Ferreira também não poupou críticas. No seu Blog, o jornalista Milton Neves fez um comentário sobre o erro do árbitro e frisou que “foi o maior absurdo do apito na temporada”. O comentarista também aproveitou para cutucar o Flamengo, afirmando que o clube é sempre ajudado pelo “apito-amigo”.

 

VEJA ABAIXO:

“Sim, meus amigos, pois alguém ou alguma coisa já fez mais pelo Flamengo do que o apito-amigo?

É claro que não!

Sem ele, o Mengão não teria alcançado alguns de seus memoráveis títulos no início da década de 80, fundamental para a popularização do clube no Brasil e no mundo.

Bem, e hoje, no duelo da equipe carioca contra o Bahia, o já veterano instrumento provou estar em grande forma.

O pênalti assinalado no primeiro tempo, quando a bola claramente bateu no peito de Conti, foi, sem dúvida alguma, o maior absurdo do apito nesta temporada.

E o pior é que o VAR tentou alertar o árbitro, que fingiu que não viu o óbvio.

Que coisa absurda!

Por isso fica aqui o meu alerta ao Palmeiras, que vem voando neste fim de temporada.

Muito cuidado em Montevidéu, pois se o time não estiver correspondendo, o apito-amigo pode entrar em ação a qualquer momento para ajudar o Rubro-Negro.”

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário