Apalavrado com o Bahia, Vinícius diz que vai ouvir outras propostas

Vinícius afirmou que o Náutico recebeu proposta do Bahia no meio da temporada

Um dos destaques do Náutico na temporada 2021, com 13 gols marcados e 13 assistências em 44 jogos, o atacante Vinícius não renovou seu contrato com o clube pernambucano e tem um acordo verbal com o Esquadrão, de acordo com apuração do repórter João Victor Amorim, da Rádio Jornal de Pernambuco, confirmada pelo Globo Esporte. No entanto, apesar de estar apalavrado, o jogador ainda ouve outras propostas para definir seu futuro. Em entrevista ao “ge”, Vinícius afirmou que não está certo sua ida para o Tricolor e vem recebendo muitas propostas e sondagens de clubes brasileiros e do Oriente Médio.

 

“Eu tenho recebido muitas propostas e sondagens e as pessoas falam coisas que eu dou risada. Falam que eu vou para o Bahia, mas não está certo. Só quem pode falar do meu futuro sou eu. A gente tem sonhos, metas profissionais, mas hoje minhas metas são mais familiares do que profissionais. Se vier algum clube de fora, não posso deixar de ouvir, mas penso nos meus filhos e na minha esposa, que têm a vontade de continuar no Brasil. Então penso mais no Brasil do que fora.”

Vinícius afirmou que o Náutico recebeu proposta do Bahia no meio da temporada, que acabou não se concretizando. “Eu cheguei a ter uma proposta do meio do ano e Hélio (dos Anjos, técnico) falou que não me liberava. Eu não fiquei sabendo, o clube não me informou. Foi Hélio que me disse que tinha rejeitado. Mas eu mesmo disse que não iria sair, só no fim do ano. O Bahia ofereceu um valor para o Náutico, mas não houve acordo. E teve outra do Azerbaijão, que eu preferi não ir, também.”

Natural de São Paulo, Vinícius Santos Silva foi revelado nas divisões de base do Palmeiras e em 2010, aos 16 anos, foi promovido ao elenco principal, se tornando o jogador mais jovem a atuar profissionalmente pelo clube paulista. Ao todo, foram 100 jogos pelo Verdão e 8 gols marcados. Chegou a receber propostas da Europa, mas não foi negociado e acabou não despontando. Em 2014, foi emprestado ao Vitória, onde disputou 20 partidas e anotou um gol. Defendeu também Capivariano, Ceará, Coritiba, Chapecoense, Criciúma. Fora do país, passou por Adanaspor (Turquia) e Larissa (Grécia). Em 2020, acertou com o Náutico, sendo um dos destaques do time na Série B. Pelo Timbu, disputou 57 jogos, com 14 gols e 12 assistências.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

1 Trackback / Pingback

  1. Presidente do Grêmio diz ter receio do jogo contra o Bahia e pressiona arbitragem

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*