Regra de 5 substituições por jogo é mantida de forma permanente

A regra de cinco substituições foi inserida no futebol com a retomada do esporte

Após solicitações de várias associações nacionais pelo mundo reunião, representantes da Fifa e da International Board (Ifab), a entidade que determina as leis do jogo, decidiram em reunião nesta quarta-feira manter a regra de cinco substituições por partida, mas de forma permanente. Antes, a regra valeria apenas até o fim da Copa do Mundo de 2022. Cada organização decidirá se vai adotá-la ou não em seus campeonatos.

 

A regra de cinco substituições foi inserida no futebol com a retomada do esporte após a paralisação no primeiro semestre de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus. As mudanças durante o jogo podem ser feitas com três paralisações, além do intervalo. Em casos de prorrogação, uma substituição adicional também é permitida.

As principais ligas do mundo adotaram a regra e continuam a utilizá-la. Dentre os campeonatos mais importantes, apenas a Premier League, na Inglaterra, não a manteve. O Campeonato Inglês liberou as cinco substituições quando voltou após a pausa causada pela pandemia, nas rodadas finais da temporada 2019/20, mas desde 2020/21, voltou a liberar apenas três mudanças.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*