Sem espaço no Santos, lateral revelado pelo Bahia segue nos planos de Jesualdo

Madson teve grande temporada pelo Athletico em 2019

Foto: Divulgação/Ivan Storti

Após boa temporada pelo Athletico-PR em 2019, o lateral-direito Madson foi contratado pelo Santos, envolvido em troca com o Grêmio pelo também lateral Victor Ferraz. No entanto, o jogador revelado nas divisões de base do Esporte Clube Bahia ainda não deslanchou no Peixe. Até chegou com “status” de titular, mas não conseguiu sequência e viu Pará ganhar a vaga de titular absoluto nos últimos jogos antes da paralisação das competições por conta da pandemia do coronavírus. Porém, apesar de ter perdido espaço, Madson segue nos planos de Jesualdo Ferreira e uma das metas do treinador português após o retorno do futebol é recuperar o atleta, segundo informação do site Lancenet.

 

O Santos não descarta ir buscar reforços, porém, investimentos altos não estão nos planos, principalmente em um momento de crise. Então, a prioridade é trazer atletas por empréstimos ou que estejam sem espaços em outras equipes, e tentar recuperar alguns jogadores do atual elenco. É o caso de Madson, que pode se tornar uma opção confiável caso consiga se “encontrar” na equipe santista e recuperar o bom futebol apresentado no ano passado pelo Athletico-PR. Apesar de ter atuado apenas dois jogos esse ano, o lateral acredita na volta por cima no Peixe.

Madson despontou na base do Bahia em 2011, ano em que a equipe foi vice-campeã da Copa São Paulo de Futebol Júnior, sendo derrotado na final pelo Flamengo. Em 2012 e 2013, figurou na equipe principal do tricolor, mas em 2014 acabou emprestado ao ABC. No Esquadrão, foram 66 partidas ao todo. Em 2015, fez um acordo amigável com o Tricolor para acertar com o Vasco, onde jogou de 2015 até 2017 e com boas atuações, sendo apelidado até de “Bolt” pela velocidade. Em 2018, foi contratado pelo Grêmio. Inicialmene defendeu o Sub-23, mas atuou em 22 jogos pelo time principal. Em 2019, foi emprestado ao Athletico-PR e fez parte do time campeão da Copa do Brasil. Ao todo, foram 32 jogos e 5 gols marcados. Em 2020, pelo Santos, entrou em campo apenas duas vezes.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*