Mesmo com Baianão ameaçado, Bahia vai manter time de aspirantes

Clube afirmou que o projeto por enquanto está mantido

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Paralisado por tempo indeterminado devido a pandemia do Coronavírus, o Campeonato Baiano de 2020 está ameaçado de não ser finalizado. Além da falta de calendário, que também irá afetas outras competições, existem outros problemas, como os contratos dos jogadores dos times do interior que estão expirando. O vice-presidente da Federação Bahiana de Futebol (FBF), Manfredo Lessa, garantiu que será feito todo esforço para ter a continuidade, porém, ressaltou que acha “pouco provável” que consiga concluir a competição esse ano. Com isso, Vitória da Conquista e Juazeirense decidiram se desfazer do elenco, além também do Esporte Clube Vitória, que segundo o presidente Paulo Carneiro, está desmontando o time sub-23.

 

Diferente do trio, o Esporte Clube Bahia afirmou que não vai se desfazer do time de aspirantes e seguirá com o projeto. “O Bahia afirma que, por enquanto, o projeto da equipe de Transição segue sem sofrer qualquer tipo de modificação”, disse a assessoria do Esquadrão à reportagem do Bahia Notícias nesta quinta-feira (19).

Ainda restam duas rodadas para o término da primeira fase. Oito times disputam quatro vagas para a semifinal do Campeonato Baiano, sendo que o Bahia lidera com 15 pontos, seguido por Jacuipense, Bahia de Feira e Vitória, formando o G-4. Atlético de Alagoinhas, Juazeirense, Fluminense de Feira e Vitória da Conquista tentam beliscar uma vaga. Doce Mel e Jacobina disputam para ver quem se salva do rebaixamento.

Time de aspirantes do Vitória está sendo desmontado, diz Paulo Carneiro

Vice-presidente da FBF acha pouco provável que o Baianão seja concluído

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*