Invicto há 3 jogos fora de casa, Figueirense tentará surpreender o Vitória

Figueirense visita o Vitória no sábado no estádio do barradão

Foto Geraldo Bubniak/PRC

O Figueirense, depois de superar um período turbulento na área administrativa que culminou com greves de funcionários e até derrota do time principal através do incomum WO, tenta se recuperar e sobreviver por mais um ano no Campeonato Brasileiro da Série B. O time catarinense abre a lista dos rebaixados, considerando o agora, e será mantido na mesma posição ainda que venha derrotar o Leão no próximo sábado no Estádio do Barradão. Com 32 pontos, chegaria aos 35 pontos, alcançaria o Londrina, primeiro fora do Z4, mas seria mantido atrás quando aplicado o critério de desempate dos números de triunfos, no entanto, continuaria inserido entres aqueles desesperados, mas ainda com esperança de sobreviver.

 

O time catarinense, assim como o Vitória, vem de uma campanha de recuperação, obtendo resultados importantes no momento onde a queda parecia ser inevitável. Nas últimas cinco partidas, por exemplo, o Figueirense não foi derrotado. Foram dois triunfos e três empates, no entanto, o último empate foi trágico. Vencia o Criciúma por 2 a 0 até além dos 39 minutos do segundo tempo, mas acabou cedendo o empate com dois gols marcados pelo atacante Léo Gamalho, ex-Bahia. O resultado manteve ambos na zona de rebaixamento. Atuando fora de casa, como acontece neste sábado, o Figueira não perde há três partidas, obtendo dois empates por 0 x 0 (Botafogo-SP e Londrina) e um triunfo por 1 a 0 contra o Paraná na Vila Capanema.

Para seguir lutando pela salvação, a equipe catarinense tentará surpreender o Vitória que vem empolgado após vencer a Ponte Preta por 2 a 1 no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, jogando um a menos desde os 28 minutos do primeiro tempo pela expulsão imerecida do volante Léo Gomes que, inclusive, desfalca o Leão contra o Figueirense. No entanto, no último jogo no Barradão, o Rubro-Negro Baiano decepcionou o seu torcedor ao perder para o Londrina, por 1 a 0. O time comandado por Geninho precisa de mais 9 pontos para chegar ao número mágico (45 pontos) e terá pela frente dois jogos em Salvador, contra Figueirense e Brasil de Pelotas. Vencendo ambos, encaminha a classificação.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*