Inter faz proposta por Luxemburgo e treinador pode deixar o Vasco

Colorado espera resposta imediata do treinador

Foto: Carlos Gregório Jr/Vasco

Após cogitar dois argentinos (Eduardo Coudet, do Racing, e Ariel Holan, ex-Independiente), o Internacional retorna suas atenções ao mercado brasileiro para escolher o substituto do técnico Odair Hellmann. Antes, vale lembrar, que as primeiras investidas foram em Roger Machado (que preferiu permanecer no Bahia) e Tiago Nunes (que negocia a renovação com o Athletico-PR). Agora o preferido da diretoria é o experiente Vanderlei Luxemburgo, no momento fazendo um bom trabalho no Vasco da Gama. Lembrando que o próximo jogo do Inter é contra o Bahia, sábado, às 19h, na Arena Fonte Nova.

 

De acordo com informações do comentarista da RBS TV, Maurício Saraiva, o clube gaúcho fez uma proposta ao técnico do Vasco para assumir imediatamente, com contrato até o final de 2020. O treinador pediu prazo para responder até a terça-feira. Luxemburgo foi questionado sobre uma possível proposta colorada após vencer o Inter no Beira-Rio. Ele garantiu que não tinha recebido nada concreto e que estava feliz em São Januário, no entanto, ressaltou que se receber uma oferta, vai sentar e conversar.

“Eu estou no Vasco, estou satisfeito. Tenho compromisso com o Vasco até o final do ano, de tirar o Vasco da confusão. Esse é o meu objetivo. Se aparecer (uma proposta do Inter), eu tenho que discutir no momento que aparecer. Não adianta falar de coisas que não apareceram. Se aparecer alguma coisa, aí eu vou falar se vou continuar, se não vou continuar, se vou sair, se não vou sair. Mas tem que aparecer alguma coisa”, disse.

Já o diretor executivo do Inter, Rodrigo Caetano naturalmente não comenta o assunto, apenas admitiu nesta segunda-feira que a diretoria tem negociações em andamento em relação ao próximo treinador. O dirigente, porém, não foi específico.

“Temos que ter muito cuidado com esta escolha. A cautela é para não errar e simplesmente para que a gente não se arrependa logo em seguida”, resumiu. “Quando tivermos alguma definição, ela será comunicada. Nós queremos ter o melhor critério possível para a gente não se arrepender da escolha”, disse.

Luxa é pentacampeão do Brasileirão (duas vezes pelo Palmeiras e uma por Corinthians, Santos e Cruzeiro) e venceu uma Copa do Brasil pela Raposa. Ainda comandou o Real Madrid em 2005 e a seleção brasileira entre 1998 e 1999. Como jogador, Luxemburgo defendeu o Inter em 1978.

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*