Contra o Santos, Bahia defende aproveitamento de 100% como mandante com Roger Machado

Com Roger no comando, são 8 jogos e 8 triunfos do tricolor

Foto: Felipe Oliveira/ Divulgação ECBahia

Logo mais, às 19h, o Esporte Clube Bahia entra em campo para enfrentar o Santos pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A, no Estádio Metropolitano de Pituaçu, onde não perde há mais de quatro anos (exatos 18 jogos, com 14 triunfos e 4 empates). Além da longa invencibilidade atuando em Pituaçu, o Esquadrão também defende um aproveitamento de 100% como mandante sob o comando do técnico Roger Machado. Desde que o treinador assumiu, o Tricolor Baiano jogou 8 jogos em Salvador e venceu todos, entre Brasileirão, Copa do Brasil e Campeonato Baiano.

 

Por outro lado, fora de casa, são nove partidas, com apenas um triunfo conquistado diante do São Paulo (1 x 0) no dia 22 de maio pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Acumula ainda quatro empates (Bahia de Feira, São Paulo, Ceará e Grêmio) e quatro derrotas (Londrina, Botafogo, Athletico-PR e Internacional).

Jogos do Bahia em casa com Roger Machado:

Bahia 1 x 0 CRB (Copa do Brasil)
Bahia 4 x 0 Londrina (Copa do Brasil)
Bahia 1 x 0 Bahia de Feira (Baianão)
Bahia 3 x 2 Corinthians (Série A)
Bahia 1 x 0 Avaí (Série A)
Bahia 3 x 2 Fluminense (Série A)
Bahia 1 x 0 São Paulo (Copa do Brasil)
Bahia 1 x 0 Grêmio (Série A)

Para o jogo contra o Santos, o técnico Roger Machado não poderá contar com o lateral Nino Paraíba, com dores no tornozelo, o atacante Rogério, que se recupera de uma pancada no ombro, e o zagueiro Ernando, que trata uma hérnia de disco, desfalcam o tricolor. Por outro lado, tem a disposição os recém-chegados: Juninho, Guerra, Marllon, Wanderson e Giovanni.

O retrospecto geral entre os clubes registra uma superioridade do time paulista. Em 62 jogos, venceu 30, empatou 13 e perdeu 19, marcando 127 gols e deixando passar 83. Em jogos apenas pelo Campeonato Brasileiro, um equilíbrio. Em 46 partidas, o Alvinegro Praiano venceu 22, empatou nove e perdeu 15, marcou 89 gols e sofreu 54. No Estádio de Pituaçu, foram dois confrontos, com uma vitória do Peixe e outro empate.

Deixe seu comentário

5 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*