Jogador do Palmeiras sofre sequestro-relâmpago. Polícia prende suspeitos

Um terceiro suspeito segue foragido

O meia Vitinho, do Palmeiras, foi vítima de um sequestro-relâmpago na noite de quarta-feira (3). O jovem de 20 anos estava com a namorada na avenida Marques de São Vicente, próximo ao CT (Centro de Treinamento) do clube, na zona oeste de São Paulo, quando foram abordados por dois bandidos que anunciaram o roubo. Um deles estava armado.

O casal foi levado para um cativeiro na favela da Água Branca e os ladrões fizeram saques com os cartões do atleta. Duas horas depois, eles foram liberados, mas o carro do jogador ficou com os assaltantes. Na quinta à noite, policiais cruzaram com o veículo na ponte da Freguesia do Ó. Eles deram sinal de parada, mas os suspeitos aceleraram, o que causou uma perseguição até a Favela da Paz, próximo à Marginal Tietê.

Dois homens foram presos. Os dois criminosos têm 18 anos e irão responder por roubo e extorsão mediante sequestro. Os suspeitos foram encaminhados ao 13º DP (Casa Verde), na zona norte. O meio-campista Vitinho esteve na madrugada desta sexta-feira (5) fazer o reconhecimento dos ladrões. Um terceiro suspeito segue foragido.



Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*