Diretor com passagem pelo Bahia é demitido no Paraná Clube

Rodrigo trabalhou no Bahia em 2015 e durou apenas três meses

A campanha do Paraná Clube é de fato insustentável. Recente promovido para a primeira divisão, após 10 anos de espera, o time não encontrou meios para montar uma equipe pelo menos para brigar pela manutenção na divisão e segue sofrendo com poucas, quase nenhuma chance de escapar. Depois de 25 jogos e 15 derrotas, o tricolor do Paraná é o último colocado no Brasileiro e 11 pontos de distância do primeiro clube fora da zona de rebaixamento: o Vasco da Gama. Somente um milagre seria capaz de salvar os paranaenses da degola. Restando ainda 14 rodadas para o fim do campeonato, o clube possui 99,94% de chance de rebaixamento, de acordo com o site Chance de Gol.



Já mudou de técnico, e agora, logo após perder para os reservas do Grêmio por 2 x 0, ontem à noite, a direção comunicou o desligamento do Executivo de Futebol Rodrigo Pastana que teve uma passagem de três meses em 2015 pelo Bahia, época que o tricolor tinha como presidente Fernando Schimdt.

Com a saída de Rodrigo Pastana, o atual Gerente de Futebol, Marcos Oliveira, responderá pelo Departamento de Futebol Profissional.

Deixe seu comentário

4 Trackbacks / Pingbacks

  1. find more info
  2. p23#https://bizhub24.pl
  3. http://webuyhouses-il.info/usa/real-estate-investment/il/buffalo-grove
  4. 안전공원

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*