Com boas expectativa Bahia encara o timão na Fonte Nova

Após o empate diante do Palmeiras que culminou com a demissão do técnico Cuca, 4º que é "derrubado" pelo tricolor

Após o empate diante do Palmeiras que culminou com a demissão do técnico Cuca, 4º que é “derrubado” pelo tricolor, o Esporte Clube Bahia volta à se encontrar com um paulista, porém agora em Salvador e nada mais nada menos que o líder e praticamente campeão brasileiro Corinthians, que não é mais aquele do primeiro turno, mas ainda assim não deixa de ser um adversário cascudo.

Em 14º colocado com 32 pontos, mesma pontuação de Vitória, Chapecoense, Ponte Preta e Fluminense, o Bahia não corre riscos de dormir dentro do Z-4 nessa rodada, justamente pelo confronto direto e decisivo entre Fluminense x Avaí, onde um mata o outro, ou os dois morrem abraçados com um empate que seria fantástico. Além disso, a Ponte já jogou de forma antecipada na rodada 28 sendo derrotada pelo Cruzeiro, por 2 x 1, no Mineirão, e desta forma será um mero espectador à frente da TV com o secador na mão.

Apesar da impossibilidade do Bahia adentrar ao Z-4 na rodada, esse “benefício” não retira a pressão tampouco a obrigação pela conquista dos 3 pontos essenciais e necessários na luta que trava para evitar uma possível queda e retorno breve à Série B, de onde saiu no ano passado com muito esforço e suor. Por isso, vencer o Corinthians com expectativa de bom público na Fonte Nova será um suspiro enorme para se distanciar da zona cinzenta.

Para o segundo teste e o que será a estreia diante da nação tricolor, o técnico Paulo César Carpegiani conta com os retornos do zagueiro Tiago e do volante Edson. Com isso, Juninho deve voltar para o banco. Allione, Matheus Sales e Thiago Martins também ficam à disposição. A única baixa é o atacante Mendoza que pertence ao Corinthians.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*