Bahia 2 x 0 Villa Nova-MG: Técnico tricolor comemora

O Bahia venceu hoje à noite, o Villa Nova-MG e avançou na Copa do Brasil e estamos conversados, o torcedor não poderia esperar algo diferente, afinal, o adversário não tem qualidade alguma e tradição nenhuma, logo, vencer o Villa Nova não passou de uma simples obrigação do Esporte Clube Bahia. Mas vale ressaltar o péssimo primeiro tempo e a pequena melhora no segundo. Ficou claro que o time ainda precisa melhorar e muito, para o duro Campeonato Brasileiro.

Ao final do jogo, na tradicional entrevista coletiva ao site Galaticos, o técnico Marquinhos Santos falou sobre o jogo, a escolha de Maxi Biancucchi para bater o pênalti que redundou no segundo gol do Bahia e suas expectativas

“A confiança, o respeito vem por ações, não só por palavras. O respeito é adquirido e se conquista no dia a dia”, disse.

O treinador ainda fez uma avaliação sobre momentos marcantes da partida. Um deles foi a escolha de Maxi Biancucchi para bater o pênalti e marcar seu primeiro gol pelo tricolor

“Foi uma atitude do grupo. Achei interessante, pois o grupo está unido e um tem ajudado o outro. Todos os atletas abraçaram a causa, até mesmo os que estavam no banco. Ficou clara a união desse grupo na comemoração”, destacou.

Já sobre a escalação e a saída precoce de Feijão, Marquinhos admitiu que foi uma consequência da má atuação do volante. “Retornou do Flamengo e é um atleta jovem, com idade de júnior ainda. Mas, tecnicamente não se apresentou bem, não preencheu os espaços dentro do campo. Precisei substituí-lo”.

O técnico ainda explicou a novidade que chamou a atenção nos bastidores do Esquadrão antes da partida. Pela primeira vez sob seu comando, o Bahia não realizou concentração para um duelo.

“É uma ação que eu já pensava na minha chegada. Mas, antes tinha que conhecer o grupo, ver as características do grupo antes de fazer isso. Agora, junto com o Ocimar e o Cícero, vi que era o momento. Há a necessidade dessa mudança, mas será gradativa. O jogador precisa ficar com seus filhos, suas esposas, suas famílias”, encerrou.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*