Náutico x Vitória: Timbu muda o time

O calendário do futebol brasileiro já castiga os clubes e com o
Náutico não é diferente. Silas lembrou que a tabela nesta primeira
rodada colocou o Vitória para jogar no sábado contra o Inter em
Salvador, enquanto que o Náutico fez uma longa viagem a Caxias do Sul,
onde no domingo enfrentou o Grêmio e joga nesta quarta-feira contra o
rubro negro baiano. 

“Com intervalo desse jogador que tiver machucado
você não recupera. Muitos do nosso time apresentaram o CK alto (enzima
que mede o nível de sofrimento muscular)” explicou Silas. 

Para o
penúltimo jogo oficial nos Aflitos, contra o Vitória, Silas confirma
uma mudança. Bruno Collaço volta a ser titular na lateral esquerda. No
mais, o técnico declarou não ser adepto de mudanças radicais. “O ideal é
a gente atravessar essa fase de construção de time com resultado
favorável. Enquanto não se encaixa é doação e por não ter entrosamento
ideal eu procuro mexer o mínimo possível”. 

O jogo dessa quarta
tem caráter de despedida, mas, a necessidade de vitória e afirmação do
time na competição desafiam o torcedor, o time e os que estão no
Náutico. Silas também quer uma despedida vitoriosa. Em pouco tempo no
comando técnico, ele quer sentir o gostinho de saudade. “Eu estou
colocando o Náutico no meu coração e vejo essa vitória com um sabor a
mais pela despedida dos Aflitos. Fico imaginando que o roupeiro Araponga
(também chamado carinhosamente de presidente) vai chorar muito quando
deixar isso aqui”.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*