Sob protestos, Bahia desembarca em Salvador

Naturalmente, a torcida do Bahia não tem nada para comemorar e mil motivos para protestar pela situação que vive o clube dentro do Brasileiro, com o agravante da ausência quase que completa de perspectiva que o cenário possa se transformar em curto prazo e, como tal, o time de MGF foi alvo de protestos da torcida tricolor no aeroporto 2 de Julho. A matéria é uma publicação do site G1.

Depois da derrota para o São Paulo, por 2 a 0, no Morumbi, e ser eliminado do Copa Sul-Americana, o elenco do Bahia desembarcou nesta quarta-feira em Salvador. Agora o time volta todas as suas forças para o Campeonato Brasileiro, no qual ocupa a 18ª posição, na zona de rebaixamento. De cara fechada, os jogadores preferiram não falar com a imprensa e optaram por uma saída à francesa.

Um dos líderes do grupo, o zagueiro Danny Morais foi o único dos atletas a parar e conversar com os jornalistas. O defensor lamentou a derrota diante do Tricolor paulista, mas ressaltou que o foco agora se volta completamente para a Série A. Danny também lembrou da importância de vencer o Atlético-GO, no próximo domingo, em Pituaçu, já que a equipe de Goiás é rival direta do Tricolor na luta contra o rebaixamento.

Se os jogadores preferiram silêncio, torcedores que acompanharam o desembarque escolheram soltar a voz e criticaram os jogadores. Ninguém escapou da fúria dos poucos, porém barulhentos, torcedores. Zé Roberto, Mancini e até mesmo o técnico Caio Júnior ouviram reclamações. O presidente do clube, Marcelo Guimarães Filho, também foi alvo das reclamações da torcida.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*