Falcão justifica o empate contra o Santos

O resultado de Bahia 0 x 0 Santos, está longe de ser aquele que esperava o torcedor do Bahia, especialmente aqueles que tomaram chuvas e atravessaram meia Bahia alagada para assistir o jogo em um horário péssimo para os dias de Domingo. Mas, não se pode negar que o time o fez o seu melhor e bola resistiu e não entrou, fazendo o clube amargar um empate e perda de dois pontos que no futuro seguramente fará falta e no bolo, o Bahia completou neste Domingo, o quarto jogo sem vitória atuando no Estádio de Pituaçu. Depois do jogo o técnico justificou o empate.

– Criamos algumas situações. Tenho obrigação e respeito pelos jogadores que comando. Na quinta tivemos um desgaste grande, debaixo de chuva, assim como esta noite. Fizemos um bom segundo tempo, mas o empate não é injusto e ficou bem. O Santos tem muita qualidade. Borges era titular até pouco tempo, assim como Léo e Rentería. Agora já temos mais uma pedreira na quinta-feira – disse.

Sobre Ciro.

– Ciro está trabalhando bem e queria dar mais velocidade ao time. Acho que ele foi bem. Precisava de um jogador como esse. Jogando no 4-2-3-1 tenho que ter um homem deste tipo. Sempre falo que meu time todos os jogadores têm condições de entrar entre os titulares – afirmou.

Confira o disse o técnico do Bahia

Agora o técnico Muricy

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*