Vitória arranca um bom empate em Recife

Apesar de dominar amplamente o primeiro tempo, o Sport não conseguiu derrotar o Vitória e cravar seu primeiro triunfo no Campeonato Brasileiro da Série A. Neste sábado, no estádio da Ilha do Retiro, em Recife, o time pernambucano não passou de um empate em 0 a 0 com o Vitória/BA. Com o resultado, as duas equipes marcaram o primeiro ponto na competição.

O primeiro tempo foi amplamente dominado pelo time da casa. Apesar de não mostrar a mesma agressividade dos duelos contra Palmeiras e Internacional, pela Copa do Brasil, o Sport chegava fácil ao ataque e não levava qualquer susto por parte do ataque adversário.

Assim, logo as chances de gol começaram a ser criadas. Aos 9 minutos, falta cobrada por Luisinho Netto, a defesa do Vitória pára Leandro Machado mergulha sozinho e cabeceia com perigo. O detalhe é que o jogador não estava impedido. Aos 14, Dutra estica uma bola na esquerda, Romerito chega a dividir com Viáfara, mas o goleiro do Vitória leva o melhor.

O Sport continuava mandando no jogo e, aos 17, Romerito quase abre o placar. Boa jogada pela direita, a bola passa pelos pés de Daniel Paulista, Everton e Luisinho Netto e, após uma furada da defesa do Vitória, o camisa 10 tenta de virada. O chuta sai fraco, mas colocado, e Viáfara salva o time baiano outra vez.

Aos 30 minutos, outra vez Romerito teve uma boa chance. Ele recebeu bom passe de Carlinhos Bala, dentro da área, virou e bateu rasteiro. Viáfara salvou com o pé. Dois minutos depois, Luisinho cobrou falta e a defesa do Vitória saiu para fazer a “linha burra”. Leandro Machado cabeceou certeiro, no canto de Viáfara, mas o bandeira marcou impedimento.

O primeiro tempo terminou sem que o Vitória tivesse um único lance de perigo. Já para a torcida da casa, ficou a impressão de que, apesar do domínio aparente e de algumas chances, faltou objetividade e um pouco mais de ímpeto.

O segundo tempo começou mais equilibrado. Logo aos 4 minutos, o Vitória, enfim, teve uma boa chance. com Marcelo Cordeiro. O lateral chutou quase à queima roupa de Magrão, que fez grande defesa. O Sport respondeu aos 7 minutos, com Everton, que chutou com perigo, após boa jogada tramada por Carlinhos Bala e Luisinho Netto.

O jogo ganhou uma nova face, com muito mais equilíbrio. O Vitória arriscou aos 18, em um chute de fora da área, de Renan, que raspou o travessão. Diferentemente do primeiro tempo, o time da casa não apresentava a mesma força e não agredia muito. Só aos 22, Kássio, que entrara na vaga de Luciano Henrique, arriscou de fora da área e assustou Viáfara.

Aos 30, Marquinhos recebeu um lançamento em profundidade, penetrou na área e bateu na saída de Magrão. O camisa 1 salvou o Sport, com uma grande defesa com o pé. Foi a melhor chance de gol da partida até então. A partida era mais truncada que na etapa inicial e as equipes chegavam mais ao ataque na base da força e da vontade do que na estratégia e na técnica.

Aos 41, o Vitória chegou a marcar, com Leonardo, mas o zagueiro do time baiano se apoiou em Romerito para subir. O árbitro Leonardo Gaciba marcou corretamente. Já no lance seguinte, Roger foi claramente puxado dentro da área, mas Gaciba deixou o lance correr.

Os últimos minutos foram de muita correria, com a bola chegando à área das duas equipes. Aos 45 e meio Ricardinho bateu falta, mas Magrão segurou bem. Aos 47, Roger bateu rasteiro, dentro da área, e Viáfara fez grande defesa.

SPORT
Magrão; Luisinho Netto, Igor, Durval e Dutra; Daniel Paulista, Éverton, Luciano Henrique (Kássio) e Romerito; Carlinhos Bala e Leandro Machado (Roger). Técnico: Nelsinho Batista.

VITÓRIA
Viáfara; Marco Aurélio, Leonardo, Ânderson Martins e Marcelo Cordeiro; Vanderson, Renan, Jackson e Ramon (Ricardinho); Rodrigão (Dinei) e Marquinhos (Muriqui). Técnico: Vágner Mancini.

Data: 17/05/2008 (sábado)
Local: Ilha do Retiro, em Recife.
Horário: 18h10.
Árbitro: Leonardo Gaciba da Silva (Fifa-RS).
Assistentes: Carlos Jorge da Rocha (AL) e Aílton Farias da Silva (SE).
Cartão amarelo: Luciano Henrique, Igor, Daniel Paulista (Sport), Rodrigão, Ramon (Vitória)

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*