Lesão de Marcos abre espaço para Muriqui

A vez de Luiz Guilherme da Conceição Silva, o Muriqui, no Vitória. Contratado há menos de um mês, o atacante, do município carioca de Muriqui, pode ter a grande oportunidade de sair jogando no lugar de Marquinhos, amanhã, às 18h10, no Barradão, contra o Figueirense. O titular reclama de dor no músculo adutor do abdome. O técnico Vágner Mancini também depende do meia Ramon Menezes.

Muriqui começou no Madureira e continua federado ao time do subúrbio carioca. Nas idas e vindas, pelo Vasco, em 2004 e 2005, despontou no Carioca e, depois, no Brasileiro. Teve inúmeras chances, mas não se firmou. Perambulou despercebido por Paysandu e Iraty (um time de empresários de importação e exportação de jogadores). Ano passado, pelo Avaí-SC, fez até um gol na 20a rodada, nos acréscimos do segundo tempo, no triunfo por 1×0 sobre o Vitória.

“Espero com ansiedade a chance. Estou torcendo pela recuperação de Marquinhos para não entrar dessa maneira, mas se o companheiro não estiver em condição de atuar, farei de tudo para corresponder”, argumentou.

A notícia em relação a Ramon Menezes foi alentadora. O meia não participou do trabalho com bola por precaução médica. “As chances são boas, mas só mesmo depois da última atividade é que daremos o parecer definitivo”, esclareceu o médico José Olímpio. O jogador, no entanto, manifestou-se cauteloso.

Já o atacante Rodrigão, com uma proteção no pé direito, participou somente da primeira parte do coletivo. Saiu ao sofrer pancada em cima do local sensível. O prognóstico é otimista tanto pelo lado médico quanto pelo do atleta. O coletivo terminou em 1×0, para a equipe reserva, gol foi de Ramirez.

A concretização de um sonho do Vitória Independente do que vai rolar na partida entre Vitória e Figueirense, o torcedor rubro-negro vai ter um estimulo a mais para ir ao estádio do Barradão, na tarde deste sábado: a apresentação do meia Leandro Domingues. Depois de muito esforço da diretoria do Vitória, em especial do presidente Jorge Sampaio, o jogador está de volta à Toca do Leão e estará presente no jogo de amanhã.

Leandro chega hoje a Salvador para assinar contrato até o final do ano. A última partida do jogador pelo Vitória foi na final da Série C do Campeonato Brasileiro, no dia 29 de novembro de 2006, contra o Brasil de Pelotas-RS. Na ocasião o Leão ganhou por 2×0. Depois disso, Leandro Domingues foi para o Cruzeiro.

Em Minas Gerais, Leandro Domingues não vinha passando por bons momentos. No último dia 8, ele foi afastado por indisciplina pela diretoria do Cruzeiro e treinava em separado no clube. O jogador, que se desentendeu com o técnico Adilson Batista, ficou fora dos planos do time mineiro para o restante da temporada. Além disso, foi multado em 20% do salário. Com isso o presidente Jorge Sampaio, não perdeu a oportunidade de tentar a negociação com o Cruzeiro. E depois de algumas tentativas o empréstimo do jogador foi concretizado na última quarta-feira.

Pelo acordo com a diretoria do Vitória, o Cruzeiro, que detinha 50% dos direitos econômicos do jogador, passou a ter 60%, uma vez que o clube baiano repassou 10% para os mineiros e manteve 40%.

O meia-atacante chegou ao Cruzeiro em janeiro do ano passado, contratado junto ao Vitória, clube que defendeu de 1995 a 2006. Pelo time celeste, ele disputou 42 partidas, sendo 29 como titular, e marcou 11 gols. Com a punição no clube mineiro, Leandro Domingues reforça a equipe baiana no Campeonato Brasileiro. Essas informações são da Tribuna da Bahia

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*