Créu, chupa ou senta?

O CRÉU ganhou forte concorrência da tal chupa que é de uva, música do grupo Aviões do Forró. Com a proximidade do São João, nada mais sugestivo. “Na sua boca eu viro fruta/chupa que é de uva”, repete o refrão. E o torcedor do Bahia se diverte com o título do Torneio da Uva, conquistado pelo Vitória em 1994. Dizem que um novo hit vai embalar o clássico de logo mais: Senta que é de menta, da banda Cavaleiros do Forró. “Já que me provocou, agora experimenta/senta que é de menta”. Será a resposta rubro-negra aos tricolores? Aguardem!

Lista de jogadores contratado pelo Bahia

Corre nos bastidores do Fazendão uma lista de jogadores contratados ou com pré-contratos assinados para a disputa do Campeonato Brasileiro da Série B. O presidente do Feirense, Dilson Gamela, acompanhou o julgamento do Bahia no TJD e esteve no clube ao menos duas vezes nos últimos dias. Pipocaram de imediato os nomes de Manoel e Oliveira. Além deles, Rafael e Tatu, do Vitória da Conquista, e, claro, atletas de fora do estado. Comenta-se que um atacante de expressão vem por aí.

Desencalhe das moedas

Os primeiros mil ingressos vendidos para o clássico de hoje vieram acompanhados de uma moeda comemorativa dos 75 anos do clube. Promoção ou desencalhe? As moedinhas semelhantes à de R$1, com a bandeira do Bahia ao centro, encalharam no estoque e desde então o marketing do clube faz de tudo para se livrar do “problema”. Será que finalmente se esgotaram? Quem sabe ainda não resta algum cachecol tricolor à disposição?

Reforços do Vitória

O foco durante a semana no Vitória foi sobre o Ba-Vi decisivo de hoje, em Feira de Santana, principalmente no sentido de elevar a auto-estima dos jogadores, depois dos 4×1. A diretoria, por outro lado, não interrompeu os contatos a respeito da vinda de reforços para o Brasileiro. Tudo em sigilo e nada revelado, oficialmente, para a imprensa.

DEPOIS DO meia/atacante Héverton, liberado desde anteontem pelo Corinthians, e que até ontem a diretoria ainda negava a concretização do empréstimo do jogador até o final do Brasileiro da Série A, outros reforços devem ser anunciados durante a semana. Um deles é Tição, meia do Atlético-PR, que foi colocado à disposição do rubro-negro pelo presidente do conselho deliberativo do clube paranaense, Mário Celso Petráglia. Também na fita o meia/atacante Luiz Carlos, que fez 11 gols pelo Ceará no Campeonato Cearense. Comenta-se também que o volante Rafael, do Vitória da Conquista, está apalavrado.

Ney repudiado

O comportamento do goleiro Ney depois do coletivo de quinta-feira, quando chorou ao saber que não será titular no clássico de hoje, em Feira de Santana, e deu indiretas pela decisão tomada por Vágner Mancini, foi contestado pela diretoria e teve o repúdio do treinador. Para o clube, o procedimento de Ney foi intempestivo, já que o Vitória estava num clima tenso com a derrota para o rival e precisava trabalhar a semana com tranqüilidade no sentido de reverter a situação no Ba-Vi de hoje. Vágner Mancini, surpreso com as falas de Ney, contestou sua reação e foi muito sincero ao dizer de frente que não gostou da atuação do goleiro nos cinco jogos que dirigiu a equipe.

Rodrigão quer dar o troco

Rodrigão, suspenso, não jogou domingo passado, mas assistiu ao clássico, ao lado da mulher, a ex-jogadora de basquete, Hortência, e deixou o Barradão antes de terminar o jogo. Ele não gostou da maneira como os torcedores do Bahia festejaram o resultado. “Ouvi muitas gracinhas depois do jogo e vou fazer de tudo para dar o troco. O que aconteceu no domingo serviu de lição”.Coluna Dividida/Correio da Bahia

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*