Milagre!!!! O Bahia está classificado

Foi no sufoco, mas o Bahia conseguiu evitar uma catastrófica eliminação na terceira fase da Série C. Com um gol de Charles, aos 50min do segundo tempo, o time tricolor venceu o Fast por 1 a 0, na noite deste domingo, na Fonte Nova e classificou-se para o octogonal final da Série C.

Além de seis minutos de acréscimos, o árbitro mineiro Rogério Pereira da Costa expulsou dois atletas do Fast e deixou de marcar um pênalti para os visitantes, aos 45min do segundo tempo.O Bahia recebeu ainda a valiosa contribuição do ABC, que segurou um empate sem gols com o Rio Branco, no estádio Arena da Floresta, no outro jogo da rodada.

O time potiguar assegurou a primeira colocação do grupo 25, com 13 pontos, e o Bahia terminou em segundo, com 10, mesma pontuação do Rio Branco, que foi eliminado no saldo de gols.No sábado, os rumores de que o Bahia teria oferecido R$ 200 mil para o ABC arrancar ao menos um empate do Rio Branco ganharam força depois que uma emissora de TV mostrou que o diretor financeiro do clube baiano, Marco Costa, foi flagrado na concentração do time potiguar, em Rio Branco.

Visivelmente nervoso em campo, o Bahia conseguiu produzir apenas dois lances de perigo no primeiro tempo: aos 24min, em um peixinho de Nonato, e aos 38min em chute à queima-roupa de Moré, ambos defendidos pelo goleiro Flávio. A melhor oportunidade foi criada pelo Fast, aos 32min, quando Marinelson recebeu passe de Michel Mineiro dentro da área e chutou do lado de fora da rede. Na verdade, a maior emoção experimentada pelo torcedor tricolor ocorreu a 4.500km de distância da Fonte Nova.

Na capital do Acre, o atacante Testinha desperdiçou um pênalti para o Rio Branco.A partida disputada na Arena da Floresta começou sete minutos depois do horário. No intervalo, o Bahia atrasou em 10 minutos a volta dos vestiários. Inho Baiano entrou aos 10min no lugar de Cléber e logo na primeira jogada foi até a linha de fundo e recuou para Nonato, que carimbou a zaga. No rebote, Danilo Gomes mandou para fora.Aos 20min, o Bahia passou a atuar com três atacantes: Moré, Nonato e Charles, que entrou em campo no lugar do meia Danilo Gomes. Sentindo o melhor momento do time em campo, a torcida do Bahia deixou a área central da arquibancada para concentrar-se atrás do gol de Flávio Mendes.Aos 30min, Arturzinho substituiu o artilheiro Nonato, com 14 gols, pelo atacante Amauri.

A torcida protestou e Nonato deixou o campo reclamando. Aos 31min, Charles tocou para Moré, que acertou a trave direita de Flávio Mendes.Na seqüência, o Fast perdeu dois jogadores por expulsão: o meia Michel Mineiro, que já tinha cartão amarelo, e tocou a mão na bola aos 31min, e Leirson, por falta violenta, aos 34min. O jogo passou a ficar dramático para o Bahia.

O Fast abdicou dos contra-ataques e fechou-se ainda mais na defesa e o Bahia passou a jogar . Aos 45min, pênalti de Marcone e Ronimar que o juiz não deu. O juiz deu seis minutos de acréscimo. Aos 47min, o serviço de alto-falante da Fonte Nova anunciou o fim do jogo em Rio Branco. A torcida se agitou nas arquibancadas. Aos 50min, Moré lançou Carlos Alberto, que foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro. Charles bateu forte e tirou o grito de gol da garganta do torcedor.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*