Vadão aceita convite do Vitória e se apresenta nesta manhã

Pela segunda vez, o Vitória muda de treinador no Campeonato Brasileiro da Série B. Oswaldo Alvarez, o Vadão, será apresentado aos jogadores hoje, pela manhã, no CT do Barradão, no lugar de Marco Aurélio, demitido ontem cedo, mesmo com o triunfo rubro-negro no dia anterior sobre o Santo André, por 2×0, na Grande São Paulo.

O contrato de Vadão será de apenas três meses, até o final da Série B, e foi definido pelo advogado Fernando César. Gersinho, que trabalhou com o treinador no Bahia, está em Curitiba e também virá para compor a comissão técnica. O último clube de Vadão foi o Atlético Paranaense e antes de trazer Marco Aurélio, a diretoria rubro-negra chegou a conversar com ele, mas uma proposta do exterior terminou atrapalhando a negociação.

Marco Aurélio entrou na história do Vitória como o técnico profissional que ficou menos tempo no clube. Antes, Celso Roth, no ano 2000, durante a Copa João Havelange, ficou apenas dois meses e trocou o rubro-negro pelo Grêmio-RS. Marco Aurélio assumiu no lugar de Givanildo no dia 30 de julho e no dia 3 de agosto estreou perdendo para o Paulista de Jundiaí-SP, por 1×0, no Barradão. Foram nove jogos (quatro vitórias, quatro derrotas e um empate). O time fez 15 gols e sofreu 13. Ele assumiu o Vitória na quinta posição e deixa na sexta colocação, com 37 pontos.

Jorginho Sampaio deixou bem claro que Marco Aurélio não teve nenhum desentendimento com a diretoria, tampouco com o elenco de profissionais e que ele deixa o clube com as portas abertas para um dia voltar. “Não é bom mudar de treinador, mas a nossa intenção é de melhorar. Marco Aurélio não conseguiu dar um padrão de jogo ao time e tomamos essa decisão depois da partida contra o Ipatinga. Apenas seguramos a informação para a imprensa até pelo fato de não termos definido quem viria para substituí-lo. Ganhar do Santo André por 2×0 foi um resultado importantíssimo, o time não foi bem, mas os jogadores tiveram muita garra e espírito de luta.

Jogadores reagem com surpresa

Com surpresa. Foi desta maneira que os jogadores do Vitória ficaram sabendo ontem, pela manhã, ao chegarem ao CT do Barradão, que Marco Aurélio não era mais o treinador da equipe.O presidente Jorginho Sampaio, conselheiro e presidente do Esporte Clube Vitória, Alexi Portela Júnior, o diretor de futebol Renato Braz e o supervisor Mário Silva estiveram reunidos com os jogadores no vestiário e fizeram a comunicação.Eles ficaram sabendo o porquê da decisão da diretoria. Alguns até ficaram espantados com a saída de Marco Aurélio. O mais experiente do elenco, Edilson, ao contrário dos companheiros, disse que a notícia não chegou a lhe causar espanto. “Não foi inesperado”

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*