Mugni demonstra desejo em seguir no Bahia em 2023: “Sou muito feliz aqui”

o meio-campista garantiu que o foco dele está em subir o Tricolor de divisão

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

Contratado no ano passado, o argentino Lucas Mugni se firmou como titular do Esporte Clube Bahia na temporada 2022 e foi um dos jogadores mais regulares do elenco tricolor na Série B, contribuindo com gols e assistências. Esse ano, são 41 partidas, com 6 gols e 5 assistências. Questionado na entrevista coletiva sobre a permanência no clube para 2023, o meio-campista afirmou que está muito feliz no Tricolor e deseja permanecer, porém, o foco no momento é conquistar o acesso e somente depois pensar em renovação.

 

“Sinceramente, o interesse, eu vou dizer, sou muito feliz aqui. E, como você falou, eu decidi ficar quando o time caiu, porque eu estava sendo feliz, eu fiquei um pouquinho triste, porque eu queria ajudar o Bahia a subir. Sinceramente, agora, esquecer um pouquinho disso, e meu foco passou a ser esse acesso. Vou só pensar no acesso “, disse Mugni.

“Eu aceitei esse desafio. Tanto eu, quanto os companheiros que ficaram. Acho que foi um ano muito bom, difícil no começo, mas, depois, conseguimos jogar felizes, e foi muito bom. Essa é minha vida, sou um cara resiliente. Me senti parte quando o time caiu e queria ajudar dentro de campo”, completou. 

Natural de Santa Fé, da Argentina, Lucas Andrés Mugni surgiu com tanto destaque no futebol da Argentina que teve seu nome especulado por gigantes da Europa. Em 2014, foi comprado pelo Flamengo, assinando por quatro temporadas e recebeu a camisa 10. Além do rubro-negro carioca, defendeu Newell’s Old Boys-ARG, Rayo-ESP, Everton-CHI, Lanús-ARG e Oriente Petrolero-BOL até retornar ao Brasil para atuar pelo Sport Recife, em janeiro de 2020. Um dos destaques do time pernambucano, terminou se transferindo para a Turquia, onde jogou pelo Gençlerbirligi neste início de 2021. Voltou ao Brasil em 2021 para reforçar o Bahia. Em 2021, disputou 21 jogos e deu 2 assistências. Esse ano, são 41 partidas, com 6 gols e 5 assistências.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário