Gabriel lamenta rebaixamento do CSA: “É uma tristeza muito grande”

O meia Gabriel, revelado no Bahia, lamentou a queda do Azulão.

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

O CSA entrou em campo no último domingo dependendo das próprias pernas para garantir a permanência na Série B e chegou a estar vencendo o Cruzeiro por 2 a 1 no Estádio do Mineirão, porém, acabou levando a virada, perdendo por 3 a 2 e amargando o rebaixamento para a Série C. O Azulão terminou na 17ª colocação, com 42 pontos, sendo superado pelo Novorizontino, que escapou na última rodada vencendo o Operário por 3 a 0 fora de casa, e ficando em 16º com 44 pontos. Brusque, com 34, Operário, com 34, e Náutico, lanterna com 30, também estão na Série C 2023. O meia Gabriel, revelado no Bahia, lamentou a queda do Azulão.

 

“Fizemos um jogo de alto nível. Não caímos hoje, demos várias bobeiras durante o campeonato. Em poucas vezes fomos time realmente. Temos bons jogadores, mas time mesmo, deixamos a desejar durante o ano, oscilamos bastante. Pagamos a conta hoje. Fizemos um grande jogo, até os 40 minutos estávamos praticamente livres, mas sofremos dois gols nos acréscimos e isso pesa bastante. Mas a queda não foi hoje, foi em uma série de situações que aconteceram durante o ano. Agora temos que pagar, porque quem paga é o torcedor que sofre, que fica com a equipe”, afirmou em entrevista à TV Globo.

“É uma tristeza muito grande. Eu imaginava um ano totalmente diferente e as coisas acontecem dessa forma… Desculpas ao torcedor totalmente ferido, a gente sabe disso. É torcer para o CSA na sua retomada. Se eu continuar, e se Deus quiser, as coisas vão dar certo. Se não, o clube merece tudo de melhor pela sua torcida apaixonada, por tudo que faz. É planejar melhor para o ano que vem para não sofrer”, finalizou Gabriel.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário