Após pressão dos clubes, Alexi Portela renuncia à presidência da Liga do Nordeste

Constantino Júnior, diretor executivo da Liga do Nordeste, assume interinamente.

Nesta sexta-feira (04), aconteceu a Assembleia Geral Extraordinária em Fortaleza (CE), para tratar das denúncias de falta de transparência na Liga do Nordeste e pela não prestação de contas dos últimos anos. Por conta das acusações, Alexi Portela pediu licença da presidência da Liga do Nordeste na última semana, no entanto, após pressão dos clubes, ele decidiu acatar ao pedido e renunciar ao cargo. Desta forma, o diretor executivo Constantino Júnior assume interinamente à presidência. Ele tem até 60 dias para convocar novas eleições. Alexi reassumiu a Liga do Nordeste em novembro de 2021 após ficar três anos fora.

 

A insatisfação dos clubes surgiu no dia 25 de outubro, na reunião com a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para definição da fórmula de disputa da Copa do Nordeste 2023. Durante o encontro, o presidente da entidade máxima, Ednaldo Rodrigues, fez algumas revelações sobre a falta de transparência na prestação de contas da Liga do Nordeste e sugeriu aos clubes a realização da AGE. Um dos questionamentos foi a venda dos direitos de comercialização de publicidade para a empresa LiveMode por R$ 12 milhões (ao ano) pelo período de 5 anos, sendo que se projeta receber mais de R$ 30 milhões só em 2023.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário