Ídolo do Bahia, ex-jogador Bobô é reeleito deputado estadual

Ele vai para o seu terceiro mandato como deputado.

Foto: Arquivo Pessoal

A Bahia escolheu no domingo os deputados estaduais que ficarão na Assembleia Legislativa no próximo mandato. Um dos eleitos é o ex-jogador Bobô, do PC do B, que recebeu 61.469 votos (0,77% dos votos válidos) com 100,00% das urnas apuradas no estado. Ídolo do Esporte Clube Bahia, Bobô fez parte do timaço que conquistou o bicampeonato brasileiro pelo Esquadrão em 1988. Ele vai para o seu terceiro mandato como deputado.

 

O ex-jogador virou Diretor Geral da Superintendência dos Desportos do Estado da Bahia (SUDESB) em 2007, e saiu do cargo em 2014. Em 2014, se candidatou a deputado estadual pelo PCdoB, sendo eleito com mais de 27 mil votos. Em 2018, iniciou seu segundo mandato a deputado estadual eleito com mais de 57 mil votos.

Outro jogador com passagem pelo futebol baiano, onde fez história no Esporte Clube Vitória, o tetracampeão Bebeto (PSD) tentou uma vaga de deputado federal pelo Rio de Janeiro, mas não conseguiu se eleger: teve cerca de 25 mil votos. Seu partido conseguiu apenas quatro cadeiras na Câmara dos Deputados, em Brasília. Ex-atacante com passagem pelo Bahia, Robgol (PSD) teve 1.184 votos, mas não conseguiu se eleger.

Já o ex-treinador Joel Santana (Pros) tentou uma vaga na Câmara dos Deputados em Brasília pelo Rio de Janeiro. Ele teve pouco mais de 2 mil votos e não conseguiu se eleger. O ex-zagueiro do Vitória Marcone Amaral (PSD), que terminou a eleição com 32.917 votos, e o torcedor ilustre do Bahia Binha de São Caetano (PSOL), que teve 2.755, também não se elegeram.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário