Enderson tem cláusula de renovação automática com o Bahia, diz repórter

Apesar de figurar na vice-liderança, com 51 pontos, o Tricolor não vem apresentando bom futebol.

Foto: Felipe Oliveira/Bahia

Anunciado no dia 26 de junho após demissão de Guto Ferreira, o técnico Enderson Moreira vem sendo bastante criticado pela torcida e imprensa por conta do futebol apresentado pelo Esporte Clube Bahia no Campeonato Brasileiro da Série B. Apesar de figurar na vice-liderança, com 51 pontos, o Tricolor não vem apresentando regularidade na competição, além disso, algumas decisões do treinador ao escalar e modificar a equipe viraram motivos de críticas.

 

Com isso, muitos torcedores estão pedindo a saída de Enderson mesmo em caso retorno para Série A. Contudo, existe uma cláusula de renovação automática de contrato em caso de acesso. Em publicação no Twitter, o repórter Marcos Valença divulgou a informação apurada em conjunto com Darino Sena na quinta-feira, junto com pessoas ligadas ao clube. Nessa segunda passagem pelo Bahia, Enderson esteve a frente do time em 16 partidas com seis triunfos, cinco empates e cinco derrotas.

Natural de Belo Horizonte (MG), Enderson Alves Moreira acumula passagens na carreira por Internacional, Fluminense, Goiás, Grêmio, Santos, Athletico-PR, América-MG, Bahia, Ceará, Cruzeiro, Fortaleza e Botafogo. Na primeira passagem pelo Esquadrão de Aço, Enderson ficou de junho de 2018 até março de 2019. Foi contratado após a demissão de Guto Ferreira, com a missão de conquistar a Copa do Nordeste, mas perdeu a taça para o Sampaio Corrêa, na Arena Fonte Nova. No total, esteve à frente do Bahia em 59 jogos, com um aproveitamento de 48%: 22 triunfos, 19 empates e 18 derrotas.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário