Bahia tem dois reforços para o 2º semestre que ainda não estrearam

Caio Vidal foi anunciado no último dia da janela de transferências, emprestado pelo Internacional

Foto: Divulgação/Bahia

Dos sete reforços anunciados pelo Esporte Clube Bahia na última janela de transferências, dois ainda não tiveram o gostinho de estrear com a camisa tricolor. O zagueiro Gabriel Noga e o atacante Caio Vidal chegaram ao clube sem condições de atuar. O defensor, emprestado pelo Flamengo após empréstimo ao Atlético-GO com vínculo até o fim da Série B, chegou a sentir desconforto muscular, mas não teve nenhum problema médico grave e foi relacionado apenas uma vez, na partida contra o Tombense.

 

Já Caio Vidal foi anunciado no último dia da janela de transferências, emprestado pelo Internacional até o final de 2023. Porém, já vinha em recuperação de uma lesão no tornozelo. Aos 21 anos, o atacante passou pela fase de transição física e vem treinando normalmente com o elenco, podendo fazer sua estreia neste sábado diante do Operário, na Arena Fonte Nova, pela 31ª rodada da Série B. Já Gabriel Noga ainda não deve atuar, visto que Enderson conta com Ignácio, Gabriel Xavier, Luiz Otávio (que retorna de lesão) e Zé Vítor.

Natural de Fortaleza (CE), Caio Vidal Rocha também passou pela divisão de base do Porto de Caruaru, período em que brilhou no título do Pernambucano sub-20 de 2018, além da Copinha de 2019, e despertou o interesse do Internacional. O atleta de 21 anos teve um 2020 iluminado, conquistando a Copa São Paulo de Juniores como titular e se tornando um dos destaques do time principal colorado que disputou o título da Série A até a última rodada, contra o Flamengo, promovido no elenco pelo técnico Abel Braga. Em 2019, já havia se sagrado campeão do Brasileiro de Aspirantes. Jogador de lado do campo, possui ao todo seis gols em 73 partidas pelo Inter.

Natural de Volta Redonda, no Rio de Janeiro, Gabriel Noga, de 20 anos, é apontado como uma das principais promessas flamenguistas nos últimos tempos, com multa rescisória estipulada em mais de R$ 300 milhões. Ele chegou a disputar jogos pelo profissional da equipe carioca. Nos três jogos do defensor pelo Dragão, um deles marcou seu primeiro gol na derrota por 2 a 1 para o Antofagasta, do Chile, na Copa Sul-Americana. Desde então, o jogador teve apenas mais duas oportunidades, uma delas na Série A e outra pela Copa do Brasil.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário