Jacobinense consegue liminar para jogar final no Estádio José Rocha

No primeiro jogo da final, o Itabuna por 2 a 1, no Estádio Pedro Caetano, na cidade de em Ipiaú.

Foto: Instagram/Jacobinense

Devido a punição imposta pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol da Bahia (TJDF-BA), o Estádio José Rocha foi interditado e o segundo jogo da final da Série B do Baiano foi transferido para o Barradão. No entanto, o Jacobinense conseguiu uma liminar de efeito suspensivo junto ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva do Futebol (STJD). Desta forma, o jogo deste domingo, contra o Ituano, poderá ser realizado no José Rocha. A decisão ainda pode ser cassada.

 

A punição recebida pelo Jacobinense foi por conta de uma confusão generalizada antes da bola rolar no segundo jogo da semifinal da Série B do Baiano, no dia 23 de julho, diante do Juazeiro. Dirigentes das duas equipes trocaram socos. Devido o ocorrido, o TJDF-BA suspendeu o presidente Manassés por 30 dias e interditou o Estádio José Rocha.

“Defiro a liminar vindicada, no sentido de suspender os efeitos da Decisão do TJD local, relativa à imposição da obrigação de que a partida se realize com 100Km de distância do estádio onde se deram os fatos objeto da Denúncia, reservado ao Tribunal a quo, a apreciação de outras medidas cautelares, relativas às pessoas naturais envolvidas no tumulto”, disse na decisão.

No primeiro jogo da final, o Itabuna por 2 a 1, no Estádio Pedro Caetano, na cidade de em Ipiaú. Com o resultado construído em casa, o Itabuna tem a vantagem do empate no confronto de volta para conquistar o Estadual da Segundona. O time de Jacobina precisa vencer por um gol para decidir nos pênaltis ou por dois gols para levantar a taça no tempo normal.

Deixe seu comentário

Autor(a)

05/08/2022 às 16h40

Fellipe Costa

Redator e Administrador do Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*