Ídolo do Vitória, ex-atacante Bebeto atribui fase ruim do clube à gestão

Ex-jogador da seleção brasileira conquistou tetracampeonato do mundo

Foto: Divulgação

Bebeto compareceu no evento “Memórias dos Nossos Craques”, realizado no Salvador Shopping, onde foi celebrado o mês dos pais. Responsável pelo papel de ídolo do Vitória, o ex-atacante analisou, na última segunda-feira (1°), a atual situação do clube e disparou que é preciso se estruturar para voltar à primeira divisão. Pelo Leão da Barra, Bebeto disputou 20 jogos, onde marcou 18 gols. O ex-jogador conquistou um título do Campeonato Baiano e a Copa do Nordeste de 1997.

 

“Eu acho que isso [atual cenário do clube] é por conta da gestão, né? Não adianta, o Vitória já teve quantos treinadores neste ano? Sei lá, cara. É difícil você formar um time forte e é difícil você manter. Tem que deixar o treinador trabalhar, porque senão fica difícil. Não tem como realizar um trabalho de dois meses, três meses e depois o cara já é mandado embora. Tu vai fazer o quê? Isso é gestão”, exclamou Bebeto.

“O Vitória tem que se estruturar, a verdade é essa, senão fica difícil. Nós empatamos com o ABC jogando em casa. Não pode empatar com o ABC em casa, com todo o respeito ao ABC. Acho que o Vitória tem uma história muito grande e, ainda mais jogando em casa, tem que atropelar, tem que ganhar, entendeu? Quando você passa a depender de outros resultados é difícil, é difícil. Agora é se estruturar e pronto. O Vitória tem que voltar ao lugar de onde não deveria ter saído, que é a 1ª divisão. Agora tem que subir pouco a pouco”, completou.

Localizada no shopping, a exposição vai permanecer no estabelecimento comercial até o próximo dia 21 de agosto (domingo). A proposta do evento é reviver os grandes momentos e conquistas do Brasil desde 1950.

 

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Grupo City sonda meia do PSG para reforçar o Bahia, diz site

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*