Ex-Bahia, Marcelo Cirino sofre lesão de ligamento e só volta em 2023

Marcelo Cirino saiu de campo chorando durante a vitória sobre o São Paulo e teve oficializada a situação nesta segunda-feira (1°)

Foto: Gustavo Oliveira/Athletico

Marcelo Cirino vive a sua quarta passagem no Athletico Paranaense, onde já fez 17 partidas na atual temporada. O mais recente dos jogos na vitória por 3 a 1 sobre o São Paulo, no último domingo (31), por 1 a 0, contou com a saída do atacante de campo. Em função da substituição, ele teve diagnosticado, nesta segunda-feira (1°), o rompimento do ligamento.

 

O agravamento da lesão é similar a que ele sofreu durante sua passagem pelo Chongqing Dangdai, da China. A informação foi publicada pela jornalista Nadja Mauad. Cirino é um jogador conhecido no cenário estadual, já que passou pelo Vitória em 2011, além do Bahia nas temporadas 2021 e 2022.

Ao chegar no Esquadrão de Aço, o atacante se recuperou da lesão que sofreu na China. Por essa razão, o atleta de 30 anos só estreou em janeiro deste ano. Pelo Tricolor Baiano, ele anotou dois gols em oito jogos, mas rescindiu contrato com a agremiação, justificando o atentado sofrido pelo ônibus do Bahia, em fevereiro.

Revelado pelo Furacão, Marcelo Cirino tem passagens em clubes como Flamengo, Internacional, além do Al-Nasr, da Arábia Saudita, e Chongqing Dangdai, da China.

Situado na 4ª colocação da elite do Brasileirão, com 34 pontos somados em 60 possíveis, o Rubro-Negro Paranaense retorna a campo na próxima quinta-feira (04), às 21h30, contra o Estudiantes, na Arena da Baixada, pelas quartas de final da Libertadores da América.

Autor(a)

Pedro Moraes

Jornalista, formado pela Universidade Salvador (Unifacs). Possui passagens em vários ramos da comunicação, com destaques para impresso, sites e agências de Salvador e São Paulo. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário