Bahia oficializa contratações de Ricardo Goulart e Marcinho para Série B

O diretor de futebol do Bahia, Eduardo Freeland, comentou sobre os reforços.

Foto - Ivan Storti/Santos FC

O Esporte Clube Bahia anunciou na tarde desta segunda-feira dois novos reforços para a sequência do Campeonato Brasileiro Série B. Um deles é o lateral-direito Marcinho, que já estava treinando no clube há cerca de duas semanas. O jogador estava sem clube desde abril, quando deixou o Athletico-PR. O segundo reforço é o experiente atacante Ricardo Goulart, de 31 anos, que defendeu recentemente o Santos e acumula passagem destacada pelo Cruzeiro. O diretor de futebol do Bahia, Eduardo Freeland, comentou sobre os reforços e defendeu a escolha por Marcinho, que responde a um processo criminal após ter atropelado um casal de professores em dezembro de 2020.

 

“Em março, quando fui apresentado pelo presidente, ele me deu a chave do futebol e essa grande responsabilidade de gerir o futebol do clube. Essa responsabilidade me faz ter que tomar decisões importantes. A contratação do Marcinho foi uma delas. Entendendo o histórico que tenho com o Marcinho, trabalhei com ele na base do Botafogo. Recebi ele lá com 15 para 16 anos. Conheço o histórico do atleta, a sua conduta, seu caráter e sua família. O Marcinho lamentavelmente se envolveu em um acidente, reconheceu seus erros, pediu perdão e tem cumprido e cumprirá tudo o que a Justiça determinar. Nosso contrato com o Marcinho vai até o final da Série B. O clube está se respaldando em cláusulas que protegem o clube em caso de condenação. Enquanto a Justiça brasileira permitir que o atleta desenvolva seu trabalho, o clube vai abrir as portas e dar essa oportunidade dele trabalhar”, disse.

“Goulart é um atleta de alto nível técnico, acostumado a vencer. É um atleta que tem mantido um bom nível físico, o fato dele ter 30 partidas na temporada nos dá uma tranquilidade, com números importantes. É um jogador que a gente vê muita expectativa, que vai entregar resultados”.

Natural de São Paulo, Ricardo Goulart Pereira foi revelado no Santo André e também teve uma passagem pelo Internacional. Em 2012, foi emprestado pelo Colorado ao Goiás, onde se destacou marcando 25 gols em 63 jogos. No ano seguinte, se transferiu para o Cruzeiro, onde viveu o melhor momento na carreira, sendo bicampeão brasileiro (2013 e 2014). Em dois anos, disputou 99 partidas e marcou 34 gols.

Em 2015, foi negociado com o Guangzhou FC e ficou quatro temporadas no futebol chinês, marcando nesse período 104 gols em 154 jogos. Em 2019, teve uma breve passagem pelo Palmeiras, por empréstimo, mas após 12 jogos, retornou à China para atuar pelo Hebei FC. Em 2022, após rescidir com o Guangzhou, retornou ao futebol brasileiro para defender o Santos, mas não conseguiu deslanchar e resindiu o contrato. Em 30 jogos, marcou 4 gols e deu 3 assistências.

Natural do Rio de Janeiro, Márcio Almeida de Oliveira, mais conhecido como Marcinho, acumula passagens pelas divisões de base de Flamengo e Botafogo. Se profissionalizou no Fogão, onde ficou de 2016 até 2020. Viveu sua melhor fase em 2019, quando chegou a ser convocado pelo técnico Tite para Seleção Brasileira. No ano seguinte, perdeu espaço e foi negociado com o Athletico-PR. No Furacão, disputou 57 jogos, com 2 gols e 9 assistências, mas acabou dispensado em abril deste ano após cometer um pênalti na final da Recopa Sul-Americana diante do Palmeiras.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário