Técnico do Bahia sub-20 busca formação de jogadores com característica ‘vencedora’

Diogo Siston comandou o clube na campanha de campeão baiano sub-20

Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

O Bahia conquistou o título de Campeão Estadual na última quarta-feira (29) diante do Vitória em cobrança de pênaltis. O resultado consolidou a proposta de formar jogadores com uma visão vencedora desde as divisões de base, como pensa o técnico Diogo Siston. Há quatro meses no clube, o comandante acredita que a base precisa associar o rendimento técnico ao retorno financeiro.

 

“Concordo que temos que formar os jogadores para o profissional, com retorno financeiro, mas temos que colocar na cabeça deles que eles são vencedores. Eu acredito na formação, mas em formar ganhando porque na verdade é um jogo. Quando você vai jogar qualquer jogo, não vai jogar para perder. Estamos formando os conceitos de jogo com a mentalidade vencedora”, analisou, em entrevista ao programa BN Na Bola, da Rádio Salvador FM 92,3.

Em outra competição, o Brasileirão da categoria, o Bahia possui dois pontos e está na 9ª posição do Grupo A. A campanha do time ainda não acumula nenhum triunfo, e, no último jogo, a equipe empatou com o Cruzeiro, no último domingo (3). De acordo com Siston, o calendário tem sido prejudicial ao desempenho dos atletas.

“Infelizmente, iniciamos o Campeonato Brasileiro na reta final do Baiano, não tivemos possibilidade de poupar jogadores. Mas conseguimos resistir bem fisicamente aos jogos. Logicamente não tivemos tempo de treino, não treinamos. Raras as vezes fomos a campo com a equipe que tem iniciado os jogos. Isso coincidiu com o início do Brasileiro. Dificultou”, explicou.

Deixe seu comentário!