Guto Ferreira avalia próximos jogos do Bahia fora de casa: “Difíceis”

No jogo de ida, na Fonte Nova, o Bahia ficou no empate por 0 a 0 com o Azuriz

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Motivado após a goleada de 4 a 0 sobre o Londrina na Arena Fonte Nova, retomando a liderança da Série B, o Esporte Clube Bahia terá pela frente dois jogos fora de casa, um deles valendo vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil, e o outro contra um concorrente direto na briga pelo acesso. Na terça-feira, o Esquadrão encara o Azuriz, em Pato Branco, depois de empatar sem gols em Salvador. Depois, no dia 15, visita o Vasco em São Januário, pela Série B. O técnico Guto Ferreira avaliou os dois compromissos, que para ele, serão difíceis, mas foca primeiro na decisão diante do time paranaense.

 

“Dois jogos difíceis. Vamos pensar primeiro no Azuriz, depois vamos ter mais tempo para pensar no Vasco. Um jogo terça e outro domingo. Embora seja mais encolhido o [período], perna curta, teremos um descanso importante de uma viagem longa [para duelo com o Azuriz], com algum tempo, quatro dias até o jogo com o Vasco, para se corrigir, direcionar algumas coisas importantes dentro da estrutura. Espero que a gente possa fazer um grande jogo e trazer o resultado, contra o Azuriz também. Temos que criar alguma coisa a mais e ter a felicidade de marcar, marcar na frente deles.”

No jogo de ida, na Fonte Nova, o Bahia ficou no empate por 0 a 0 com o Azuriz. Agora, terá que vencer fora de casa para se garantir na próxima fase da Copa do Brasil. Empate levará a decisão para os pênaltis. Guto também falou sobre a arbitragem para o confronto.

“Não adianta, arbitragem não adianta. Eu procuro colocar para os jogadores não se preocuparem com arbitragem. Copa do Brasil não tem VAR, nós temos que jogar. Criar situações dentro do que eles oferecerem de espaço, para poder fazer gol. Fazendo um gol na frente deles, tudo pode mudar. Aí nós temos esses dias algum tipo de alternativa para criar algo que possa nos dar essa condição.”

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Bahia é o 15º clube que mais deve no Brasil, aponta levantamento

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*