Bahia sofre no tempo normal, mas bate o Azuriz nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

O Esporte Clube Bahia agora volta suas atenções para a Série B do Brasileiro

O Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite desta terça-feira (10) não apenas buscando uma vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil e a excelente premiação de R$ 3 milhões, mas também para evitar o terceiro vexame na temporada 2022, depois de ser eliminado na primeira fase do Baianão e Copa do Nordeste. Porém, diante da incapacidade do setor de ataque de furar a retranca do Azuriz no jogo de ida, na Arena Fonte Nova, ficando no empate em 0 a 0, o Esquadrão foi até o Estádio Os Pioneiros, em Pato Branco (PR) precisando vencer para garantir vaga nas oitavas de final do torneio, e teve trabalho diante do time paranaense.

 

Com uma atuação fraca no primeiro tempo, o Bahia saiu atrás no placar, sofreu com as investidas do Azuriz, mas melhorou na etapa final, conseguiu o empate e criou chances até de virar, mas ficou no igualdade no tempo normal e precisou decidir a vaga na disputa por pênaltis. Nas penalidades, Marco Antônio desperdiçou para o Esquadrão, mas Lucas Vieira e Bosel (ambos na trave) perderam para o Azuriz, e o Tricolor Baiano venceu por 4 a 3, carimbando a vaga nas oitavas de final na base do sofrimento.

Diferente do que aconteceu em Salvador e também do que esperava o técnico Guto Ferreira, o Azuriz não quis saber se retranca atuando diante de sua torcida e deixou o Bahia desnorteado nos primeiros 30 minutos. Os donos da casa pressionaram, e abriram o placar aos 10 minutos com um golaço do volante Wenderson em chute de fora da área. O time paranaense ainda criou outras chances de ampliar, uma delas carimbando a trave. Após os 30 minutos, o Esquadrão acordou no jogo e conseguiu criar algumas situações de gol, porém, a pontaria de Davó, Jacaré e Marco Antônio não estava afiada. A melhor chance, inclusive, foi com Davó perdendo de cara para o goleiro.

No segundo tempo, o Bahia seguiu criando bem pouco, e quando conseguiu criar algo de interessante, não aproveitava. Se tinha dificuldades na criação, o Esquadrão aproveitou um erro crucial do goleiro Caio e empatou em jogada de uma dupla que saiu do banco. Djalma cruzou, o arqueiro falhou e Marcelo Ryan completou de cabeça debaixo da trave. Depois do gol, o Tricolor melhorou e dominou os minutos finais do jogo, criando chances de virar, duas delas em finalizações de Djalma que pararam no goleiro Caio.

O Esporte Clube Bahia agora volta suas atenções para o Campeonato Brasileiro da Série B, onde lidera com 13 pontos, e tem pela frente um confronto direto. Na próxima segunda-feira (16), o Esquadrão enfrenta o Vasco da Gama, às 19h, no Estádio de São Januário, no Rio de Janeiro, pela 7ª rodada da Segundona. O Cruzmaltino é o 5º colocado, com 10 pontos e ainda não perdeu na competição. Já o Azuriz muda o seu foco para a Série D, onde encara na segunda-feira o Próspera, às 19h, dentro de casa.

JOGOS DE VOLTA DA 3ª FASE DA COPA DO BRASIL:

10/05 – Terça-feira
19h América-MG 2 x 0 CSA – Independência
20h30 Azuriz-PR 1 (3 x 4) 1 Bahia – Os Pioneiros
21h30 Athletico-PR 4 x 0 Tocantinópolis-TO – Arena da Baixada

11/05 – Quarta-feira
19h Ceará x Tombense – Castelão
19h Juazeirense x Palmeiras – Estádio do Café (Londrina-PR)
19h30 Flamengo x Altos-PI – Maracanã
21h30 Corinthians x Portuguesa-RJ – Neo Química Arena
21h30 Vila Nova x Fluminense – Estádio Onésio Brasileiro Alvarenga
22h Cuiabá x Atlético-GO – Arena Pantanal

12/05 – Quinta-feira
19h Vitória x Fortaleza – Barradão
19h30 Cruzeiro x Remo – Mineirão
19h30 São Paulo x Juventude – Morumbi
21h30 Botafogo x Ceilândia – Nilton Santos
21h30 Santos x Coritiba – Vila Belmiro

22/05 – Domingo
19h Brasiliense x Atlético-MG – Estádio Elmo Serejo Farias

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*