Zagueiro da Juazeirense destaca empenho do time, mas pontua deficiência ofensiva

Emílio reestreou pelo Cancão de Fogo no último sábado (12) no empate sem gols diante do Doce Mel

Foto: Reprodução

Três anos depois de deixar a Juazeirense, o zagueiro Emílio retornou ao clube e reestreou na tarde do último sábado (12). Diante do Doce Mel, o defensor esteve no time que ficou no empate sem gols, no Estádio Adauto Moraes, pela 5ª rodada do Campeonato Baiano 2022. A partida que, marcou o quinto jogo sem vencer na competição, acentuou a deficiência ofensiva do Cancão de Fogo.

 

“A gente sabe a dificuldade que está sendo em todas as partidas. A gente vem fazendo bons jogos, mas a bola não está entrando”, sinalizou o experiente atleta, em entrevista à TVE Bahia.

Aos 36 anos de idade, Emílio integra a Juazeirense na penúltima colocação na edição desta temporada da competição. Até o momento, o semifinalista de 2021 figura soma três pontos, com três empates e duas derrotas.

Para virar a página, o Cancão de Fogo retorna aos gramados na última semana de fevereiro. O duelo será contra o Bahia, no Estádio Adauto Moraes. Ainda sem data definida, o embate pode acontecer no dia 26 ou 27, conforme agendamento da Federação Bahiana de Futebol (FBF).

“A gente tem que se fechar durante a semana, só a gente pode resolver isso. Vamos ter mais 14 dias agora para trabalhar e buscar a primeira vitória do Cancão no Campeonato Baiano”, acrescentou Emílio.

Deixe seu comentário!

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Zagueiro prega pés no chão após goleada e reitera carinho pelo Bahia
  2. Atlético de Alagoinhas conta com dois retornos para pegar o Náutico
  3. Ex-Vitória, atacante equatoriano entra no radar do River Plate

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*