Atlético-BA entra com representação contra a arbitragem do jogo contra o Altos

A partida, que terminou empatada em 1 a 1, aconteceu na tarde do último domingo

Altos x Atlético-BA (Foto: Arthur Ribeiro/ge Piauí )

No último domingo, o Atlético de Alagoinhas arrancou um empate com o Altos, por 1 a 1, no Lindolfo Monteiro, em Teresina, pela primeira rodada da Copa do Nordeste. O jogo fico um marcado por polêmicas de arbitragem. O Carcará teve dois gols duvidosos anulados por impedimento, saiu atrás do placar, teve um jogador expulso, mas arrancou um empate. Nesta terça-feira (25), em nota publicada nas redes sociais, o Atlético manifestou sua profunda indignação “contra os três erros grosseiros cometidos pela arbitragem” e afirmou que entrou com uma representação na Confederação Brasileira de Futebol (CBF) contra a arbitragem.

 

VEJA A NOTA

O Alagoinhas Atlético Clube vem por meio desta manifestar sua profunda indignação contra os três erros grosseiros cometidos pela arbitragem do jogo Altos-PI x Atlético de Alagoinhas, na tarde desse domingo (23), válido pela primeira rodada do grupo A da Copa do Nordeste.

O primeiro lance ocorreu aos 7 minutos do primeiro tempo, após uma troca de passes onde nitidamente os nossos atletas estão em condições claras de jogo, o primeiro (Gabriel Esteves) parte de trás dos defensores), e o segundo

(Miller), está atrás da linha da bola, o assistente, Sr Rafael Guedes de Lima sinalizou impedimento.

O segundo lance ocorreu aos 24 minutos também da etapa inicial. Após um passe em profundidade o atleta Miller ao perceber que estava em posição irregular não prossegue sua corrida até a bola, o arbitro não sinaliza impedimento e sinaliza com o prosseguimento do jogo, o goleiro do Altos controla a bola com os pés, a recoloca em jogo com as mãos e o mesmo atleta Miller domina e faz o gol. No vídeo é possível ver o assistente correndo em direção ao centro do campo e o juiz apontando em direção ao mesmo. Após muita reclamação da equipe mandante a equipe de arbitragem voltou atrás em sua decisão.

O terceiro lance ocorreu aos 42 minutos da primeira etapa. O atleta Gabriel Esteves foi acionado na ponta esquerda em posição legal, sozinho, cara a cara com o goleiro, porém mais uma vez foi assinalado impedimento de forma incorreta.

Tais erros prejudicaram diretamente o desempenho do Atlético de Alaginhas na partida e, certamente, reduziram as chances na busca pela vitória.

Sabemos que errar por vezes é cabível ao ser humano, porém persistir não!

Finalizamos comunicando que o Atlético encaminhará à CBF os lances em questão, aguardando que a Confederação Brasileira de Futebol tome as medidas cabíveis junto à sua Comissão de Arbitragem para que erros como esses não voltem a se repetir.

Encaminharemos também para a Liga do Nordeste e para a Federação Baiana de Futebol

O Atlético de Alagoinhas comunica ainda que sua manifestação tem como objetivo principal alertar tais erros graves que ocasionam sérios prejuízos ao clube, à competição e ao futebol brasileiro de maneira geral.

Diretoria Executiva Alagoinhas Atlético Clube

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*