Lateral diz ter recusado propostas da Série A para jogar no Bahia

O jogador de 27 anos, que foi um dos destaques do Operário na Série B, chega em definitivo

Foto: André Jonsson/OFEC

Um dos três reforços anunciados pelo Esporte Clube Bahia até o momento para a temporada 2022, o lateral-esquerdo Djalma Silva, de 27 anos, assinou em definitivo até o fim do próximo ano e chega para suprir a ausência de Juninho Capixaba, que retornou ao Grêmio, além disso, Matheus Bahia tem proposta de clube da Bélgica e pode deixar o Tricolor. Durante a Série A, o Esquadrão fez uma proposta para contratar o jogador, mas o Operário fez jogo duro e não liberou. Ele falou sobre o assunto e afirmou que está muito feliz pela oportunidade.

 

“O Bahia até teve uma oportunidade de me contratar (durante a Série A), mas, infelizmente, pelo clube (Operário) atrapalhar, não deu certo. Continuei meu trabalho e agora posso dizer que sou jogador do Bahia e que estou muito feliz por essa oportunidade”.

Djalma também falou sobre suas características em campo. “Sou um lateral bastante ofensivo, mas não pense que eu não sei marcar, que eu deixo a desejar lá atrás. Sou um cara que procuro priorizar a parte defensiva, mas quando tenho a oportunidade de chegar ao ataque, não quero fazer qualquer jogar, eu quero fazer uma jogada de perigo, dar um passe para meu companheiro ou chutar a gol, que é uma virtude minha. Quero chegar na frente com o intuito de fazer algo positivo. Se puder ser o gol, melhor ainda. Se for passe, também fico feliz”.

Ele também revelou ter recusado propostas de clubes da Série B e também da Série A para assinar com o Bahia. “Tive propostas de vários clubes da Série B e também da Série A. Não podia pensar duas vezes antes de colocar o nome no meu currículo. Sei que é uma camisa muito pesada, de muita história e tradição. Espero que eu possa, junto com os companheiros, colocar o Bahia na Série A, que é onde ele deve estar”.

Natural de Recife (PE), Djalma Antônio da Silva Filho surgiu no Atlético Pernambucano e acumula passagens por Vera Cruz-PE, Olinda, Afogados da Ingazeira, Decisão, Nacional-PB, Treze-PB e URT-MG. No ano passado, disputou 48 jogos pelo Confiança, 33 pela Série B, 8 pelo Campeonato Sergipano e 7 pela Copa do Nordeste. Em 2021, foi contratado pelo Operário, onde marcou 4 gols e deu 5 assistências em 42 jogos, repetindo os elogios que vinha recebendo desde o Confiança-SE, onde conquistou o Estadual 2020, e no Treze-PB, quando conseguiu o acesso à Série C do Brasileiro 2018.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário