Com atitude bizarra, presidente de clube da Série A arranca máscara de repórter

o presidente do clube, injustificadamente, tirou a máscara do repórter Juliano Moreira

A Covid-19 não matou o presidente do Atlético-GO, o senhor Adson Batista, no entanto, ele foi infectado e chegou até ter 40% dos pulmões comprometidos, ao contrário de mais de 600 mil brasileiros que não tiveram a mesma sorte e morreram deixando dor e saudade. O cartola se recuperou plenamente, porém, se desconfia com possíveis sequelas mentais graves.

 

Ontem à noite, após vencer o Flamengo e atingir a melhor pontuação de sua história no clube ultrapassando a da última temporada (50 pontos), o presidente do clube, zangado, furioso e aborrecido, injustificadamente, tirou a máscara do repórter Juliano Moreira, da rádio Band News, durante entrevista. O dirigente citou o presidente da República, Jair Bolsonaro, no momento em que puxou a máscara no rosto do jornalista e justificou a atitude:

“Nós somos Bolsonaro, para com esse negócio. Tire essa máscara”, disse Adson Batista

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*