Injúria racial: STJD devolve os 3 pontos e Brusque encaminha permanência

Participaram da audiência representantes das federações bahiana, catarinense e paranaense

Nesta quinta-feira (18), às vésperas do Dia da Consciência Negra, aconteceu o julgamento do recurso do Brusque no caso de injúria racial cometida pelo até então presidente do Conselho Deliberativo do clube, Júlio Antonio Petermann, contra o jogador Celsinho, do Londrina. Ele admitiu que disse “vai cortar o cabelo seu cachopa de abelha”. Inicialmente, também constava a acusação de que o dirigente havia chamado o atleta de “macaco”, mas o xingamento não constava da súmula e a 5ª Comissão não considerou suficientes as provas apresentadas.

 

Por 4 votos contra 1 no Pleno do STJD, o Brusque foi absolvido da punição da perda de 3 pontos. Apesar do voto favorável do relator para manter a perda de pontos, todos os auditores foram contra. Com a decisão, o Brusque recupera os 3 pontos e chega aos 44, superando a Ponte Preta (com 43) e ocupando agora a 14ª colocação, três pontos acima do Londrina (17º), que abre a zona de rebaixamento, e quatro de distância para o Vitória, 18º colocado. Desta forma, a equipe catarinense encaminha sua permanência na divisão.

Na 37ª e penúltima rodada da Série B, o Brusque enfrenta o Operário na sexta-feira (19), às 19h, no Estádio Augusto Bauer. Já o Remo, porteiro do Z4, visita o Vasco, às 19h, no Estádio de São Januário. O Londrina, por sua vez, encara o Vila Nova, às 21h30, no Estádio OBA, em Goiânia. O Esporte Clube Vitória só entra em campo na segunda-feira (22), às 18h, contra o CRB, no Estádio Rei Pelé, em Maceió. O Leão precisa secar os concorrentes para seguir com chances de evitar o rebaixamento.

Deixe seu comentário!

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. Ex-Bahia, Freddy Adu investe na carreira de professor de futebol
  2. Bahia vende mais de 9 mil camisas África em 24 horas
  3. Próximo adversário do Vitória, CRB garante vaga no Nordestão 2022

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*