CBF reconhece erros em metade das reclamações dos clubes com o VAR

Entidade máxima do futebol brasileiro admitiu necessidade de avanços no VAR

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confessou erros em aproximadamente metade das partidas em que ocorreram manifestações de clubes nos jogos decisivos do Campeonato Brasileiro. Ciente da falha da arbitragem de vídeo, a entidade máxima do futebol nacional pontuou também a precisão de melhores no VAR. A informação é do jornalista Rodrigo Mattos, do site UOL.

 

Segundo o profissional, o crescimento de reclamações e falhas ganharam ampliação nas últimas rodadas do Brasileirão. A princípio, oito documentos já foram divulgados pela ouvidoria – organismo independente da comissão de arbitragem -. Erros graves como pênaltis mal marcados ou ignorados têm presença confirmada na maioria dos ofícios.

Acima de tudo, o Bahia esteve na pauta em três jogos, frente ao Flamengo, Juventude e São Paulo. No duelo contra o time carioca, ficou apontado que o árbitro de vídeo Elmo Resende omitiu a informação correta ao juiz de campo Vinicius Araújo sobre o que ele teria visto no lance. Vale destacar que é função do VAR descrever lances como esse, no entanto, a decisão parte do árbitro de campo.

“Desse modo, conquanto o erro do árbitro tenha efetivamente ocorrido, a atuação do VAR terminou por lhe dar mais base para a convicção de que teria havido o contato da bola com o braço do defensor e em ação de bloqueio”, diz um trecho do parecer.

Recentemente, o ex-chefe da comissão de arbitragem, Leonardo Gaciba, foi desligado da função, pela diretoria da CBF, após erros da arbitragem na reta final da competição nacional. Gaciba era visto como resistente à divulgação de áudios do árbitro de vídeo.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Dirigente vê demissão de Renato Gaúcho como um dos erros do Grêmio

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*