Sob desconfiança, Bahia revê o Atlético-MG agora pela Copa do Brasil

Atlético-MG e Esporte Clube Bahia se enfrentam na noite desta quarta-feira

Dentro de casa, o Atlético-MG exerceu a soberania até então. Foram 15 vitórias de 25 jogos disputados. O Bahia venceu apenas cinco partidas
Foto: Pedro Souza / Atlético

Nesta quarta-feira (28), Atlético-MG e Bahia se enfrentam às 21h30, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG), pelo jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil. A princípio, o Tricolor encara o time mandante depois de perder para esse mesmo time por 3 a 0 em solo mineiro, no último domingo, com gols de Hulk (2) e Nathan.

Do mesmo modo, o Galo chega para este duelo com uma incrível sequência de 8 jogos sem perder (6 deles pelo Brasileirão). Portanto, aguarda-se um duelo ofensivo, já que ambas equipes têm, sobretudo, um objetivo similar: a classificação. A partida marca o início da disputa por uma das vagas nas quartas de final da Copa do Brasil 2021 além de uma premiação de R$ 3,450 milhões.

Contabilizando as últimas cinco partidas de cada equipe, o Bahia possui dois triunfos e três derrotas, sendo que perdeu três jogos seguidos (São Paulo, Flamengo e Atlético-MG), sofrendo nove gols e não marcando nenhum. Por outro lado, o Atlético-MG soma três vitórias e dois empates. Porém, o aspecto maior e mais influente é o do retrospecto entre os clubes.

Histórico de confrontos entre Atlético-MG e Bahia

Na história do futebol brasileiro, 52 jogos aconteceram entre eles. Sendo 21 vitórias do Galo contra 13 do Esquadrão de Aço. Em síntese, 18 partidas terminaram empatadas. Dentro de casa, o Atlético conquistou 15 resultados positivos. Em contrapartida, o Bahia 5.

Para o jogo, o técnico Cuca conta com o retorno do atacante chileno Eduardo Vargas, recuperado de Covid-19. Por outro lado, tem alguns desfalques importantes. Os atacantes Keno e Marrony estão em recuperação e, portanto, seguem de fora da equipe. Já o lateral-esquerdo Guilherme Arana está a serviço da seleção olímpica. Além disso, o zagueiro Nathan Silva está inapto, pois já atuou pelo Atlético-GO nesta edição da Copa do Brasil. (veja a provável escalação).

Já o técnico Dado Cavalcanti conta com um reforço importante. O meia Daniel conseguiu a conversão de pena imposta pelo STJD e está liberado para jogar. O camisa 8 cumpriu quatro dos oito jogos. Com isso, ele volta ao time na vaga de Lucas Araújo. Outra mudança pode ser na zaga, com a entrada de Luiz Otávio no lugar de Ligger, que foi titular nas últimas partidas, mas falhou em alguns lances e foi bastante criticado. (veja a provável escalação).

Deixe seu comentário!

1 Comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Atlético-MG terá vários desfalques contra o Bahia pela Copa BR
  2. Prefeitura de BH oficializa retorno do público nos estádios com restrições

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*